sexta-feira, 30 de setembro de 2011

A ALMA MDO MUNDO



Publicado em setembro 24, 2011 por Claudia Michepud Rizzo
Chico Xavier

Quando você conseguir superar graves problemas de relacionamentos, não se detenha na lembrança dos momentos difíceis, mas na alegria de haver atravessado mais essa prova em sua vida.
Quando sair de um longo tratamento de saúde, não pense no sofrimento que foi necessário enfrentar, mas na benção de Deus que permitiu a cura.
Leve na sua memória, para o resto da vida, as coisas boas que surgiram nas dificuldades.
Elas serão uma prova de sua capacidade, e lhe darão confiança diante de qualquer obstáculo.
Uns queriam um emprego melhor; outros, só um emprego.
Uns queriam uma refeição mais farta; outros, só uma refeição.
Uns queriam uma vida mais amena; outros, apenas viver.
Uns queriam pais mais esclarecidos; outros, ter pais.
Uns queriam ter olhos claros; outros, enxergar.
Uns queriam ter voz bonita; outros, falar.
Uns queriam silêncio; outros, ouvir.
Uns queriam sapato novo; outros, ter pés.
Uns queriam um carro; outros, andar.
Uns queriam o supérfluo; outros, apenas o necessário.

Há dois tipos de sabedoria: a inferior e a superior.
A sabedoria inferior é dada pelo quanto uma pessoa sabe e a superior é dada pelo quanto ela tem consciência de que não sabe.
Tenha a sabedoria superior. Seja um eterno aprendiz na escola da vida.
A sabedoria superior tolera, a inferior julga;
a superior alivia, a inferior culpa;
a superior perdoa, a inferior condena.
Tem coisas que o coração só fala para quem sabe escutar!

Visita a uma cidade intra-terrena





01. A caminho de Porto Cristal

Quando fecho os olhos, ainda no carro, vejo muitas naves voando muito baixo. À nossa frente, vejo um ponto girando com intensa energia.

Acho que é um Portal. Ás 15h, paramos para a concentração. As naves continuam circulando no local. Os tripulantes são seres diferentes. Têm o corpo comprido e fino. Acho estranho. Tento fazer contato sem sucesso. Pouco depois, surgiu diante de nós um unicórnio branco, lindo. Fica parado a nos observar. Juntam-se a ele cavalos pretos, malhados e outros. Ficam olhando, depois partem em disparada. (Obs. Tudo isso noutra dimensão, acima da 3a).


Saí dali e fui levada a um lindo lugar, onde caía água do teto e das paredes. Estas eram circulares. Existia uma passagem por entre as águas. Tudo muito azul. Abaixo de nós, água cristalina refletindo a imagem das paredes e do teto, tornando tudo sem definição precisa. Dali, partia um longo canal de água com alguns quilômetros de extensão.

Entramos numa embarcação. A proporção em que navegávamos, pareceu-me que as águas tornavam-se agitadas e subiam, querendo nos engolir. Olhei para o meu acompanhante e este permanecia imóvel a me observar. Também permaneci imóvel, imitando-o; se aquilo era um teste de coragem ao qual me submetiam, eu passei.

Chegamos a uma praia e descemos da embarcação. Subimos uma encosta e depois uma escada muito íngreme. Quando chegamos ao fim da escada, havia um pequeno platô que cabia apenas nós dois, com muito cuidado e atenção. Olhei para baixo e o que vi me encantou: uma cidade de cristal, o núcleo central da cidade de Okay.

Não era ainda permitido o meu acesso à Cidade. Fiquei sem graça, porém o intra que me acompanhava me disse:

– Seguiremos conforme a programação do vosso Mestre.

Primeiro as informações.

Vi ruas imensas, com canais interligando os vários outros núcleos daquela cidade. Os canais formavam intrincado desenho. Dentro e fora da cidade havia intensa atividade de seres, inclusive pássaros, que por ali voavam, entrando e saindo do subterrâneo para a superfície. Os seres usavam veículos que desconheço. Existiam trilhas camufladas de acesso à superfície, invisíveis aos olhos dos seres humanos. Havia um vai e vem intenso de pequenas naves.

Os habitantes de Okay são joviais, alegres, conhecem o porquê da transição planetária e, vibra- lhes na alma o impulso evolutivo. Sentem-se felizes ante o ensejo de crescimento espiritual na escala evolutiva, pois sabem que a vibração de todos os seres em ascese, subirá um degrau. Na superfície, os okayenses circulam pelos povoados humanos, observando e comparando o nosso modo de vida ao deles, todavia são invisíveis aos olhos das pessoas.

Quando visitamos os homens e estes de alguma forma sentem nossa presença, afastamo-nos rapidamente. Descortinai irmãos, o véu da ignorância e, abri vossas mentes para outras formas de vida pulsante como a vossa, a vos estender as mãos. Lamentamos a forma lenta como as criaturas despertam a consciência para a Criação, demorando seus espíritos no culto a dor porque, quando os humanos rebelam-se contra os desígnios do Mais Alto, colhem somente dores e sofrimentos.

Orcadim – 26/10/2002

Nota.: Isso me fez lembrar quando visitei a Chapada Diamantina pela 1a vez, em outubro de 1997. Viajou comigo uma médium de nosso Grupo e ela viu, várias vezes, seres de Okay andando pelo lugar. Foi exatamente no vilarejo de Xique Xique do Igatu, hoje somente Igatu. Ela chegou a conversar mentalmente com um deles.

02. Saudações de um okayense

Vejo brilhando a entrada de uma cidade intraterrestre. Fomos envolvidas por uma bolha transparente que girou com intensidade e, nos fez voltar no tempo para uma época primitiva, no tempo dos dinossauros e outros répteis que voavam. Tudo escuro, raios e trovões intensos. Um meteorito negro caiu formando uma grande cratera e a bola negra afundou terra à dentro. Não sei se foi ai que surgiu o Buraco do Possidônio (ponto turístico no Morro do Chapéu/BA). Mesmo quando o visitamos, não deu para saber, pois a energia do lugar era muito desagradável e saímos de lá rapidamente. Ficamos sabendo depois que ali era um matadouro clandestino.

Na segunda concentração, já em outro local, continuei a ver a Terra na era dos dinossauros. O Planeta sofria intensas convulsões.

Alguém me dizia que as marcas dos acontecimentos planetários ficaram gravadas na Terra, registrando o elo das muitas eras passadas. Depois fomos envolvidos por energia agradável, de cor rosa, e vi algumas criaturas que brilhavam muito. Encaminharam-se em nossa direção, e saudaram-nos:

– Saudamo-vos irmãos, em nome da Luz!
É com alegria em nossos corações que novamente nos vemos.

Soubemos dos vossos avanços espirituais e sentimo- los nesse instante. Muitas transformações se operaram na Terra, desde nosso último encontro. O Resgate se processa de forma acelerada em todos os níveis da Terra.
As cidades intraterrestres já passaram da fase de treinamento. Agora, muitos seres humanos se encontram entre nós, trabalhando e aguardando os resgatados, que chegam a todo momento.
Sois destemidas Guerreiras!

Salve a Força! Salve a Luz!

Orcadim – 07/09/2002

Um intraterrestre amigo da Cidade de Okay que conhecemos (em nível de outra dimensão) em 10/97 quando visitamos pela primeira vez a Chapada Diamantina/BA.

03. Pelo bem do planeta

Os okayenses crescem conscientes que habitam o interior do planeta. Suas mentes e corações são impulsionados, ao aperfeiçoamento de si próprios e da coletividade, a amar os irmãos de fora, mesmo que estes façam tudo para destruir sua morada.

Os estudiosos da superfície, quando sinceros em seus propósitos de aprendizagem para o progresso das coletividades, recebem a ajuda dos intraterrenos, com a devida autorização do Alto e de seus Instrutores, na forma de intuição acerca do estudo que realizam. Todo aquele que trabalha, visando o bem do planeta e de seus habitantes, sempre recebe ajuda dos que lhes são superiores.

Orcadim – 26/10/2002

Trecho do livro Cidades Intraterrenas, o Despertar da Humanidade – GER
"Comando estrelinha"

Mortes violentas




O processo de mortes violentas de jovens sadios tem conseguências desastrosas, porque o corpo fica denso e com vibrações baixíssimas cai na zona trevosa DO BAIXO ASTRAL, muitas vezes não estão neste plano denso (UMBRAL), por pecado, ou por castigo expiativo, é pelo processo denso DO PERISPIRITO (CORPO ASTRAL), que não produz outra sintonia energética devida as excrescências etéreas semi-material grudadas a seu perispirito, porém esses casos, tem interferência dos amparadores do plano espiritual que ajudam o recém-desencarnado a desvencilhar-se das densas energias etéricas (fluídos vitais) e após elevam vibracionalmente as energias com passes para que o desencarnada sai da zona trevosa (infradimensional).
- Autor: Beraldo

"A desencarnação por acidentes, os casos fulminantes de desprendimento proporcionam sensações muito dolorosas à alma desencarnada, em vista da situação de surpresa ante os acontecimentos supremos e irremediáveis. Quase sempre, em tais circunstâncias, a criatura não se encontra devidamente preparada e o imprevisto da situação lhe traz emoções amargas e terríveis.

Entretanto, essas surpresas tristes não se verificam para as almas, no caso das enfermidades dolorosas e prolongadas, em que o coração e o raciocínio se tocam das luzes das meditações sadias, observando as ilusões e os prejuízos do excessivo apego à Terra, sendo justo considerarmos a utilidade e a necessidade das dores físicas, nesse particular, porquanto somente com o seu concurso precioso pode o homem alijar o fardo de suas impressões nocivas do mundo, para penetrar tranqüilamente os umbrais da vida do Infinito."

CONSOLADOR - página 95 - Emmanuel - 1940

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

2011 - ano flash....





Podemos chamar 2011 de ANO FLASH. Afinal, nem começou e já estamos no último trimestre. Ainda que tudo pareça estar em marcha-lenta (principalmente, quando nunca chega a hora do fim do "expediente"), tudo está aceleradíssimo. Dai, tantas pessoas reclamarem de cansaço, tontura, sensação de fraqueza. A velocidade dos elétrons do planeta está acelerando no processo de salto quântico que irá ocorrer. ...Os nossos precisam de nosso "gerador" para acelerar. Se não mudarmos as atitudes imaturas, centradas no ego, vai ficar dicífil. Ai, nada restará senão uma mudança de ares planetários, onde ,mais uma vez, ficaremos na lentidão de um planeta de expiação e provas. Está apenas em nossas mãos e , embora o tempo seja curto, ainda há tempo. Sempre haverá tempo até o limite. E o limite está pouco além da curva,agora.

Dra. Mónica de Medeiros

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

É possivel evitar a doença de ALZHEIMER




Por.: Dr. Américo Marques Canhoto
Américo Marques Canhoto, médico especialista, casado, pai de quatro filhos. Nasceu em Castelo de Mação, Santarém, Portugal. Médico da família desde 1978. Atualmente, atende em São Bernardo do Campo e São José do Rio Preto - Estado de São Paulo - BR.
Conheceu o Espiritismo em 1988. Recebia pacientes que se diziam indicados por um médico: Dr. Eduardo Monteiro. - Procurando por este colega de profissão, descobriu que esse médico era um espírito, que lhe informou: Alzheimer acima de tudo é uma moléstia que reflete o isolamento do espírito.

Queremos dividir com os leitores um pouco de algumas das observações pessoais a respeito dessa moléstia, fundamentadas em casos de consultório e na vida familiar - dois casos na família.
Achamos importante também analisar o problema dos 'cuidadores' do doente (família).

Além de trazer à discussão o problema da precocidade com que as coisas acontecem no momento atual.
Será que as projeções estatísticas de alguns anos atrás valem para hoje?
Serão confiáveis como sempre foram?
Se tudo está mais precoce, o que impede de doenças com possibilidade de surgirem lá pelos 65 anos de idade apareçam lá pela casa dos 50 ou até menos?

Alerta
- É incalculável o número de pessoas de todas as idades (até crianças) que já apresentam alterações de memória recente e de déficit de atenção (primeira fase da doença de Alzheimer). Lógico que os motivos são o estilo de vida atual, estresse crônico, distúrbios do sono, medicamentos, estimulantes como a cafeína e outros etc.
Mas, quem garante que nosso estilo de vida vai mudar?
Então, quanto tempo o organismo suportará antes de começar a degenerar?
É possível que em breve tenhamos jovens com Alzheimer?

Alguns traços de personalidade das pessoas portadoras de Alzheimer

Em nossa experiência, temos observado algumas características que se repetem:

a) Costumam ser muito focadas em si mesmas.

b) Vivem em função das suas necessidades e das pessoas com as quais criam um processo
de co-dependência e até de simbiose.

c) Seus objetivos de vida são limitados (em se tratando de evolução).

d) São de poucos amigos.

e) Gostam de viver isoladas.

f) Não ousam mudar.

g) Conservadoras até o limite.

h) Sua dieta é sempre a mesma.

i) Criam para si uma rotina de 'ratinho de laboratório'.

j) São muito metódicas.

k) Costumam apresentar pensamentos circulares e idéias repetitivas bem antes da doença se caracterizar.

l) Cultivam manias e desenvolvem TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) com freqüência.

m) Teimosas, desconfiadas, não gostam de pensar.

n) Leitura os enfastia.

o) Não são chegadas em ajudar o próximo.

p) Avessas á prática de atividades físicas.

q) Facilmente entram em depressão.

r) Agressivas contidas.

s) Lidam mal com as frustrações que sempre tentam camuflar.

t) Não se engajam.

u) Apresentam distúrbios da sexualidade como impotência precoce e frigidez.

v) Bloqueadas na afetividade e na sexualidade. Algumas têm dificuldades em manifestar carinho, para elas um abraço, um beijo, um afago requer um esforço sobre-humano.

Gatilhos que costumam desencadear o processo
- Na atualidade a parcela da população que corre mais risco, são os que se aposentam - especialmente os que se aposentam cedo e não criam objetivos de vida de troca interativa em seqüência. Isolam-se.

- Adoram TV porque não os obriga a raciocinar, pois não gostam de pensar para não precisar fazer escolhas ou mudanças.

- Avarentos de afeto e carentes de trocas afetivas quando não podem vampirizar os parentes, deprimem-se escancarando as portas para a degeneração fisiológica e principalmente para os processos obsessivos. Nessa situação degeneram com incrível rapidez, de uma hora para outra.

Alzheimer e mediunidade

- No decorrer do processo os laços fluídicos ficam tão flexíveis que eles falam com pessoas que não enxergamos nem sentimos.
Chegam a transmitir o que dizem os desencarnados ou são usados de forma direta para comunicações.

Esta condição fluídica permite que acessem com facilidade ao filme das vidas passadas (bem mais a última) - muitas vezes nesses momentos, nos nomeiam e nos tratam como se fossemos outras pessoas que viveram com eles na última existência e nos relatam o que 'fizemos'juntos, caso tenhamos vivido próximos na última existência.
Vale aqui uma ressalva, esse fato ocorre em muitos doentes terminais e em algumas pessoas durante processos febris.

Obsessão
- É bem comum que a doença insidiosamente se instale através de um processo arquitetado por obsessores, pois os que costumam apresentar essa doença não são muito adeptos da ajuda ao próximo e do amor incondicional; daí ficam vulneráveis às vinganças e retaliações.
É raro que bons tarefeiros a serviço do Cristo transformem-se em Alzheimer.
Mas, quem é ou quais são os alvos do processo obsessivo?
O
doente ou a família?

Alzheimer - o umbral para os ainda encarnados

- O medo de dormir reflete, dentre outras coisas, as companhias espirituais nada agradáveis.
Os 'cuidadores' desses pacientes tem mil histórias a contar e muitos depoimentos a fazer. Esse assunto merece muitos comentários.

O espírito volta para a vitrine
- Tal e qual o espírito que reencarna; pois na infância nosso espírito está na vitrine, já que ainda não sofreu a ação da educação formal.
Esse tipo de doença libera toda a nossa real condição que, perde as contenções da personalidade formal e mostra sua verdadeira condição: nua e crua.
Para quê?

Quem pode se beneficiar com isso?

Serão os familiares mais atentos?

Os profissionais da saúde?

Como médico, tive um caso curioso, nosso paciente se beneficiava na parte cognitiva com a medicação específica mas, tivemos que suspendê-la, pois, ele que antes parecia um 'docinho de coco', com o evoluir da doença, mostrou sua personalidade agressiva e manifestava-se de tal forma que chegou a ser expulso de uma clínica especializada pois, do nada, agredia os outros internos - na decisão de consenso optou-se por manter as tradicionais 'camisas de força'
(remédios que todos conhecem).

Os cuidadores
- Mesmo com medo de ter que 'cuidar de uma antiga criança mal educada' como se tornam os portadores dessa doença; ela não deixa de ser uma oportunidade ímpar de desenvolvermos qualidades espirituais a 'toque de caixa'.
Feliz de quem encara essa tarefa sem dia sem noite, sem férias. Pena que algumas pessoas não sejam capazes de suportar tal tarefa com calma - Quem se arrisca a encarar com bom humor e realizar o que for possível ajudando a esse irmão?
Serão os cuidadores vítimas ou felizardos?

O que isso tem a ver com o passado? Cada qual que decida...

Quantos cuidadores se tornarão doentes?
- Alerta:'Cuidadores'costumam não aprender nada e, repetem a lição para os outros, tornam-se ferramentas de aprendizado.
O que é possível aprender como cuidador?
Paciência, tolerância, aceitação, dedicação incondicional ao próximo, desprendimento, humildade, inteligência, capacidade de decidir por si e pelo outro.
Amor.
Para o 'cuidador' é diferente o Alzheimer rico do pobre?

- O que mais se vê é o pobre sendo cuidado pela família e o rico sendo cuidado por terceiros.
Quem ganha o quê e quanto?

Terceirizar tem algum mérito?
Tornar-se doente de Alzheimer na classe média é uma loteria; por quem ou onde seremos 'cuidados'?

Cuidador ou responsável?
- Tal e qual na infância temos pais ou responsáveis, neste caso vale a mesma analogia.

O que o cuidador ganha ou perde?
- Vale a pena abdicar de uma tarefa de vida para cuidar de uma pessoa que tudo fez para ficar nessa condição de necessitado?
- Quem ou o que dita os valores?

- Quem ganha ou perde o que? Em que condições?
- Na dúvida chame Jesus, Ele explica tudo muito bem...
O problema da obsessão
- Quem obsidia quem?
Cuidador e doente são antigos obsessores um do outro - não é preciso recuar muito no tempo, pois mesmo nesta existência, com um pouco de honestidade dá para analisar o processo em andamento; na dúvida basta analisar as relações familiares, como as coisas ocorreram.

Não foi possível? - não importa; basta que hoje, no decorrer do processo da doença, avaliemos o que nos diz o doente nas suas 'crises de mediunidade':
- você fez isso ou aquilo, agora vai ver! - preste muita atenção em tudo que o doente diz, pois aí, pode estar a chave para entendermos a relação entre o passado e o presente.

Quem ganha e quem perde a briga?
O doente parece estar em situação desfavorável, pois aparentemente perdeu a capacidade de arquitetar, decidir - mas, quem sabe ele abriu mão disso, para tornar-se simples instrumento de outros desencarnados que estão em melhores condições de azucrinar a vida do inimigo (alianças e conchavos) - Quem sabe?

A dieta influencia
- Os portadores da doença costumam ter hábitos de alimentação sem muita variação centrada em carboidratos e alimentos industrializados.

Descuidam-se no uso de frutas, verduras e legumes frescos, além de alimentos ricos em ômega 3 e ômega 6;
Devem consumir mais peixe e gorduras de origem vegetal (castanha do Pará, nozes, coco, azeite de oliva extra virgem, óleo de semente de gergelim).

Estudos recentes mostram que até os processos depressivos podem ser atenuados ou evitados pela mudança de dieta.
Doença silenciosa?

- Nem tanto, pois avisos é que não faltam, desde a infância analisando e estudando as características da criança, é possível diagnosticar boa parte dos problemas que se apresentarão para serem resolvidos durante a atual existência, até o problema da doença de Alzheimer.
Dia após dia, fase após fase o quadro do que nos espera no futuro vai ficando claro.
Fique esperto: Evangelize-se (no sentido de praticar não de apenas conhecer) para não precisar voltar a usar fraldas.
O mal de Alzheimer é hereditário?

Pode ser transmitido?

- Sim pode, mas não de forma passiva inscrito no DNA, e sim, pelo aprendizado e pela cópia de modelos de comportamento.
Lógico que pode ser contagioso; mas pela convivência descuidada fruto de uma educação sem Evangelização.
Remédios resolvem?

- Ajudar até que ajudam; mas resolver é impossível, ilógico e cruel se, possível fosse - pois, nem todos tem acesso a todos os recursos ao mesmo tempo.

Remédios usados sem a contrapartida da reforma no pensar, sentir e agir podem causar terríveis problemas de atraso evolutivo individual e coletivo; pois apenas abrandam os efeitos sem mexer nas causas. Tapam o sol com a peneira.

Remédios previnem?
- Claro que não - apenas adiam o inexorável.

Quanto a isso, até os cientistas mais agnósticos concordam.

Um dos mais eficazes remédios já inventados foram os grupos de apoio à terceira idade.
A convivência saudável e as atividades que possam ser feitas em grupo geram um fluxo de energia curativa.

A doença de Alzheimer acima de tudo é uma moléstia que reflete o isolamento do espírito que se torna solitário por opção.
O interesse pelos amigos é um bom remédio.

Qual a vacina?
- Desde que saibamos separar a vacina ativa da passiva.

O ato de nos vacinarmos contra a doença de Alzheimer é o de estudar as características de personalidade, caráter e comportamento dos que a vivenciam, para que não as repitamos.
A melhor e mais eficiente delas é o estudo, o desenvolvimento da inteligência, da criatividade e a prática da caridade.
Seguir ao pé da letra o recado que nos deixou o Espírito da Verdade:
'Amai-vos e instruí-vos'.
Quer evitar tornar-se um Alzheimer?

Torne sua vida produtiva, pratique sem cessar o perdão e a caridade com muito esforço e inteligência.
Muito mais há para ser analisado e discutido sobre este problema evolutivo que promete nos visitar cada dia mais precocemente, além das dúvidas que levantamos esperamos que os interessados não se furtem ao saudável debate.
‎"O desapego é necessário para o crescimento espiritual."

Amma.

Mensagem da semana - O Outro




Porque é que queres tanto ajudar? Porque é que tens tanta necessidade de que o outro seja como idealizaste? Porque é que te empenhas tanto em realizar essa mudança? Pensa assim: Se o outro escolher não mudar – ou escolher fazer aquilo que quer e em que acredita –, tu vais ter de assistir às consequências dessa escolha, e consequentemente vais assistir ao seu sofrimento. E talvez o seu sofrimento seja tanto que vai fazer-te sofrer também.
Voltando à primeira pergunta: Porque é que queres tanto ajudar? Porque não queres sofrer, não queres sofrer ao ver o outro sofrer. Esse é um dos mecanismos da ajuda – o outro mecanismo é que te sentes poderoso e sabedor quando ajudas alguém, mas isso não é o que nos traz hoje aqui. Queres um conselho?
Muda tu. Concentra-te na tua mudança, na tua transformação. Transforma a tua energia. Transforma-a de tal maneira, de tal modo que, se um dia essa ou essas pessoas que escolhem não mudar sofrerem as respectivas consequências negativas, possas estar aí para as apoiares e para lhes ensinares que essas consequências foram fruto da sua resistência, e que, talvez, agora elas mudem. Ou não.
Nós nunca podemos mudar ninguém. A única coisa que podemos fazer é dar amor, ser um porto de abrigo para apoiar as pessoas no seu próprio processo de mudança.
O LIVRO DA LUZ – Pergunte, O Céu Responde,
de Alexandra Solnado

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Mundos superiores e Mundos inferiores





Nesses mundos venturosos, as relações, sempre amistosas entre os povos, jamais são perturbadas pela ambição, da parte de qualquer deles, de escravizar o seu vizinho, nem pela guerra que daí decorre. Não há senhores, nem escravos, nem privilegiados pelo nascimento; só a superioridade moral e intelectual estabelece diferença entre as condições e dá a supremacia. A autoridade merece o respeito de todos, porque somente ao mérito é conferida e se exerce sempre com justiça. O homem não procura elevar-se acima do homem, mas acima de si mesmo, aperfeiçoando-se. Seu objetivo é galgar a categoria dos Espíritos puros, não lhe constituindo um tormento esse desejo, porém, uma ambição nobre, que o induz a estudar com ardor para os igualar. Lá, todos os sentimentos delicados e elevados da natureza humana se acham engrandecidos e purificados; desconhecem-se os ódios, os mesquinhos ciúmes, as baixas cobiças da inveja; um laço de amor e fraternidade prende uns aos outros todos os homens, ajudando os mais fortes aos mais fracos. Possuem bens, em maior ou menor quantidade, conforme os tenham adquirido, mais ou menos por meio da inteligência; ninguém, todavia, sofre, por lhe faltar o necessário, uma vez que ninguém se acha em expiação. Numa palavra: o mal, nesses mundos, não existe.
No vosso, precisais do mal para sentirdes o bem; da noite, para admirardes a luz; da doença, para apreciardes a saúde. Naqueles outros não há necessidade desses contrastes. A eterna luz, a eterna beleza e a eterna serenidade da alma proporcionam uma alegria eterna, livre de ser perturbada pelas angústias da vida material, ou pelo contacto dos maus, que lá não têm acesso. Isso o que o espírito humano maior dificuldade encontra para compreender. Ele foi bastante engenhoso para pintar os tormentos do inferno, mas nunca pôde imaginar as alegrias do céu. Por quê? Porque, sendo inferior, só há experimentado dores e misérias, jamais entreviu as claridades celestes; não pode, pois, falar do que não conhece. À medida, porém, que se eleva e depura, o horizonte se lhe dilata e ele compreende o bem que está diante de si, como compreendeu o mal que lhe está atrás.
Entretanto, os mundos felizes não são orbes privilegiados, visto que Deus não é parcial para qualquer de seus filhos; a todos dá os mesmos direitos e as mesmas facilidades para chegarem a tais mundos. Fá-los partir todos do mesmo ponto e a nenhum dota melhor do que aos outros; a todos são acessíveis as mais altas categorias: apenas lhes cumpre a eles conquistá-las pelo seu trabalho, alcançá-las mais depressa, ou permanecer inativos por séculos de séculos no lodaçal da Humanidade. (Resumo do ensino de todos os Espíritos superiores.)

(Fonte: O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. III, itens 10 a 12.)

Preocupação bloqueia o que deseja e o Amor traz o que necessita




Mensagem de Metatron
Canalização de Sandra M. Luz
26/09/2011

Congratulações meus amados, EU SOU Metatron.
Ao iniciar essa conexão trago junto a mim, uma energia que despertará o entendimento do trabalho que desenvolvemos junto a todos.
As inúmeras mensagens que todos vocês tem recebido sempre enfatizam a energia do “Amor” e o quanto ela é transformadora e curativa.
Entretanto meus queridos, vocês ainda não absorveram bem que energia do “Amor” é essa, pois a maioria sofre por amor ou por falta de amor.
O processo de ascensão que vocês estão passando, inclusive seu planeta é algo grandioso, um momento único na vida de todos.
Mas, por que estamos trazendo tanta luz a vocês, tantos ensinamentos e por que tudo esta ocorrendo acelerado?
Ascensionar é elevar a freqüência vibracional, é subir para dimensões mais elevadas e vislumbrar tudo com outro olhar.
Muitos de vocês não entendem esse processo, porque ainda vive numa freqüência incompatível com as novas energias, então o conflito interno se faz mais intenso, porque tudo esta mais intenso.
Durante anos cultivaram crenças e hábitos que foram impostos a vocês que não eram suas verdades internas, mas que vocês as aceitaram como verdades.
A energia da 3ª dimensão trouxe o distanciamento do que verdadeiramente vocês são, gravando em suas memórias de que precisavam sofrer, lutar e brigar para conseguirem o que desejavam.
E o que vocês ganharam com essas atitudes?
Todos esses caminhos não trouxeram a felicidade e nem tão pouco a conquista de seus sonhos.
O Amor que é a energia mais poderosa de cada ser, se tornou limitado e dependente, pois vocês aceitaram que só podem recebe-lo se forem submissos a alguém.
E como se sentem tendo que mendigar o amor e a atenção das pessoas?
Todos vocês sabem como se sentem.
O amor meus queridos não deve ser uma energia de submissão, de troca, de permissão do outro, mas uma energia de compartilhar, de doação do seu melhor e também de receber o melhor do outro, de aceitar cada ser como é, e apenas fazer o que seu coração esta pedindo, e sentir a vibração maravilhosa que essa energia de doação traz aos seus corações.
A aceleração da freqüência em todos vocês é para que se apressem e despertem para mudarem seus padrões de pensamentos, eliminando crenças, hábitos e doenças que já não precisam cultivar.
Sim meus queridos, a doença também é um resultado de seus padrões de pensamentos e uma resposta de seu corpo físico de que estas fazendo algo errado.
Um numero ainda limitado de seres já despertaram para essa nova freqüência e um numero ainda maior será despertado, pois a aceleração continuará até que se decidam qual caminho querem seguir.
Vocês têm dois caminhos como opção:
Aceitar o processo de ascensão mudando seus pensamentos, elevando suas frequências, pensando no coletivo e não apenas em vocês e vendo todos os seres com amor;
Ou continuar na 3ª dimensão na freqüência do medo, da preocupação, da tristeza e da doença.
Entretanto informo meus amados, seu planeta também se encontra em ascensão, portanto se optarem em continuar na freqüência baixa da 3ª dimensão suas oportunidades de evolução e de felicidade se tornarão incompatíveis com a nova freqüência.
Então de forma amorosa vocês perguntarão: o que devo fazer?

· Devem mudar sua forma de vivenciar cada situação em suas vidas. Saírem do papel de vitimas, dependência, egoísmo, raiva, mágoa, preocupação e passarem a cultivarem o amor por vocês e por tudo.
· Devem acolher a Luz e o Amor que estão sendo enviados a vocês e exercitá-los através da doação a vocês e a todos que precisam.
· Isso trará uma mudança de suas freqüências e uma abertura para começarem a transformar suas vidas e a de outros.

Para se ver de forma ampla, expandida é preciso subir ao alto. Quando você esta acima de uma montanha, sua visão se torna maior, ilimitada. E é assim que devem fazer se desejam conquistar a felicidade que tanto almejam.
Retirem de suas mentes as crenças que devem lutar para conquistarem o que desejam.
Na nova freqüência meus queridos, suas intenções, seus pedidos, seus desejos devem ser elevados, pois é essa energia que esta preenchendo todos vocês.
Se fizerem seus pedidos com essa intenção e não mais com a energia egoísta de apenas para você e os seus, receberá o que necessita.
Vocês precisam apenas desejar profundamente e se abrirem para receber, sem luta, mas apenas deixando que a energia que precisam fluam da forma certa, para que possam receber.
Não limitem desejando que venham por esse caminho, apenas deixe fluir, faça sua verbalização de seu pedido, confie e se abra.
Fiquem atentos aos sinais, e verão que a preocupação bloqueia o que deseja e o amor traz o que necessita.
Sei que muitos dirão que as coisas não são tão fáceis assim, mas é preciso que entendam meus queridos que vocês não estão aqui a passeio, mas sim para evoluírem.
O Criador esta enviando a vocês a ajuda, agora vocês têm que estender suas mãos, receber todo esse amor e luz e caminharem em busca de sua felicidade. Isso não podemos fazer por vocês.
O processo de ascensão é de cada um.
Nesse instante pétala de rosas descem sobre vocês através de minha energia.

EU SOU Metatron, o Senhor da Luz.
**********************************************************************
sandramluz2010.blogspot.com
sandramluz2010@hotmail.com

S. Cosme e S. Damião - 27 Setembro




Protetores dos médicos, farmacêuticos e crianças.

Cosme e Damião eram irmãos gêmeos e cristãos. Na verdade, não se sabe exatamente se eles eram gêmeos. Mas nasceram na Arábia e viveram na Ásia Menor, Oriente. Desde muito jovens, ambos manifestaram um enorme talento para a medicina. Estudaram e diplomaram-se na Síria, exercendo a profissão de médico com muita competência e dignidade. Não aceitavam receber um centavo pelo serviço prestado. Os irmãos aproveitavam também para divulgar a fé cristã entre aqueles que se recuperavam das doenças. Inspirados pelo Espírito Santo, usavam a fé aliada aos conhecimentos científicos. Com isso, seus tratamentos e curas a doentes, muitas vezes à beira da morte, eram vistos como verdadeiros milagres. A riqueza que mais os atraía era fazer de sua arte médica também o seu apostolado para a conversão dos pagãos, o que, a cada dia, conseguiam mais e mais.

Isso despertou a ira do imperador Diocleciano, implacável perseguidor do povo cristão. As perseguições do Imperador Diocleciano, porém, não demoraram a frear a ação benéfica destes "médicos do amor". Na Ásia Menor, o governador deu ordens imediatas para que os dois médicos cristãos fossem presos, acusados de feitiçaria e de usarem meios diabólicos em suas curas. Foram forçados a negar sua fé.

Mandou que fossem barbaramente torturados por negarem-se a aceitar os deuses pagãos. Condenados à morte, resistiram milagrosamente a pedradas e flechadas. Em seguida, foram decapitados. O ano não pode ser confirmado, mas com certeza foi no século IV. Os fatos ocorreram em Ciro, cidade vizinha a Antioquia, Síria, onde foram sepultados. Mais tarde, seus corpos foram trasladados para uma igreja dedicada a eles.

Quando o imperador Justiniano, por volta do ano 530, ficou gravemente enfermo, deu ordens para que se construísse, em Constantinopla, uma grandiosa igreja em honra dos seus protetores. Mas a fama dos dois correu rápida no Ocidente também, a partir de Roma, com a basílica dedicada a eles, construída, a pedido do papa Félix IV, entre 526 e 530. Tal solenidade ocorreu num dia 26 de setembro; assim, passaram a ser festejados nesta data. Inúmeros milagres se deram na sepultura deles.

Os nomes de são Cosme e são Damião, entretanto, são pronunciados infinitas vezes, todos os dias, no mundo inteiro, porque, a partir do século VI, eles foram incluídos no cânone da missa, fechando o elenco dos mártires citados. Os santos Cosme e Damião são venerados como padroeiros dos médicos, dos farmacêuticos e das faculdades de medicina. Na festa, é costume distribuir balas e doces para as crianças.

ORAÇÃO - São Cosme e São Damião! Por amor a Deus e ao próximo, consagrastes a vida no cuidado do corpo e alma dos doentes. Abençoai os médicos e farmacêuticos. Alcançai a saúde para o nosso corpo. Fortalecei a nossa vida. Curai o nosso pensamento de toda maldade. A vossa inocência e simplicidade ajudem todas as crianças a terem muita bondade umas com as outras. Fazei que elas conservem sempre a consciência tranqüila. Com a vossa proteção, conservai o meu coração sempre simples e sincero. Fazei que eu lembre com freqüência estas palavras de Jesus: "Deixai vir a mim as criancinhas, porque delas é o Reino de Deus".
São Cosme e São Damião, rogai por nós, por todas as crianças, médicos, farmacêuticos e enfermeiros.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

S. Cosme e S. Damião - 27 Setembro

Mensagem de Comandante Ashtar Sheran - AVISO Nº 1




AVISO nº.1

Amados Irmãos, aqui é o Comandante Ashtar Sheran, Nave Alpha, Saudações a todos os Quadrantes da Nave Shan!
Poeiras encobrem o que está por vir a esse Planeta, muitas energias provenientes de inúmeras regiões dos Universos acorrem para lhes amenizar os efeitos nocivos da poluição mental que a humanidade dispensa neste momento.
A energia do medo aliada à energia da dúvida assolam os quadrantes, impedindo que as dispensações levadas a efeito pela Fonte de tudo que É, alcancem definitivamente seus propósitos de luz.
Não há intervenção, apenas alerta!
Saiam da freqüência do medo; o amor, a luz e a verdade não ressoam com o medo e os sentimentos de destruição.
Como já sabeis 55 civilizações compõem a minha frota e não fomos enviados para colaborar com energias densas de sofrimento criado pela mente doentia.
Irmãos do Planeta Shan, trateis de realizar a higienização mental pessoal para só então colaborarem com a limpeza do grupo e agrupamentos regionais, tal qual um efeito consequente, invistam na ação da neutralização!
As barreiras ainda existentes entre os Irmãos da Luz apenas servem aos propósitos das forças contrárias à evolução planetária, não percebem?
Separar é involuir, sejais UNIDADE em todos os sentidos.
Amar e manifestar a sabedoria de Deus Pai em todas as situações é o propósito.
Nossa frota está à disposição e vigilante às ações negativas, contrárias aos propósitos não terão a mesma divulgação de outrora, pois estamos promovendo ações para barrar quaisquer tentativas que implante do pânico e desequilíbrio.
Manteis vossas mentes receptivas às energias do Amor!
Incorporem os anéis que vos são enviados pela Fonte a partir da Frota Venusiana e sintam a alegria da UNIDADE.

Eu sou o Comandante Ashtar Sheran

Canalização de Elisangelis em 26.09.2011
Em conferência com Jorge Diniz

http://vozdaeradeouro.blogspot.com
http://jesusvivenomeucoracao.blogspot.com

Três dias de oração a Arcanjo Miguel




Acender uma vela e um incenso diante da imagem do Arcanjo Miguel, fazendo asseguintes orações:Para abençoar a vela:”Que esta Luz ilumine toda a escuridão, pela intercessão de São Miguel Arcanjo,e que desapareçam da minha vida todos os meus inimigos visíveis e invisíveis. Que aLuz se faça agora!”.Para o incenso:”Que este incenso suba até Vós, Grande Criador, como um perfume suave pelas mãosde São Miguel Arcanjo, que se mantém diante do Vosso trono de Glória! Que desçamsobre mim as Vossas bênçãos!”.

APELO A SÃO MIGUEL PARA TODOS OS DIAS

Pela autoridade vitoriosa da Divina Presença Eu Sou em toda a humanidade , invocamos o Poderoso Arcanjo Miguel e suas Milícias Celestes, para que nos protejam e nos acompanhem neste trabalho que estamos iniciando. Que vosso círculo de luz protetor envolva este local , bem como todos os seres que aqui se encontram presentes.
São Miguel Arcanjo, grande chefe das Milícias Celestes, eu te peço comoum filho da Luz que Eu Sou: Protege-me com as tuas preces e guarda-me àsombra das tuas asas. Afasta de mim toda a energia mal qualificada efortalece-me a cada instante. Oh! Príncipe das Potências Angélicas fica aomeu lado agora e vosso raio flamejante , atingindo nossos corações, possa libertar a fé e a vontade da Divina Presença Eu Sou e possamos , dessa forma , dominar e doutrinar as criações negativas em nós e em todos os seres. Nós vos agradecemos.

Primeiro dia:

São Miguel Arcanjo, Príncipe Celeste encarregado por Deus para conduzir asmilícias Angelicais, ilumina agora os meus sentidos, fortalece o poder do Amorno meu coração, eleva minha Alma e conecta-me ao meu Eu Superior despertandoassim a minha Sabedoria Divina. Firma os meus passos e jamais permitas que euabandone o caminho do amor e da retidão. Equilibra todos os meus chacras efortalece o meu corpo, a minha mente e a minha Vontade, para que eu possadesenvolver todo o meu Potencial Divino aqui e agora. Em nome do Pai, do filho e doEspírito Santo. Amém.(3 x)

Segundo dia:

São Miguel Arcanjo, poderoso guerreiro da Luz, Inspira-me sempre nas minhaspalavras, nos meus pensamentos e nas minhas ações! Inspira-me o que devo fazerpara obter a Tua Glória, para o Bem Maior dos meus irmãos, para a comunhão noAmor de Cristo, e para a minha ascensão na Luz. Fortalece a minha fé para que eu nãodesista nunca! Em nome do Pai, do filho e do Espírito Santo. Amém.(3x)

Terceiro dia:

Iluminado e Glorioso São Miguel Arcanjo, que foste encarregado por Deus dereceber as almas após a morte, para conduzi-las às dimensões da Luz. Ficacomigo quando eu chegar ao final do meu caminho terreno, quando travar o meuúltimo combate. Tu e o meu anjo da guarda me protejam e me guiem na minha futurajornada nas dimensões da Luz. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém (3x)

Oração final

Oração a São Miguel ArcanjoSão Miguel Arcanjo, protegei-nos no combate, defendei-nos com o vosso escudo contra as armadilhas e ciladas do demônio. Deus o submeta, instantemente o pedimos; e vós, Príncipe da milícia celeste, pelo divino poder, precipitai no inferno a Satanás e aos outros espíritos malignos que andam pelo mundo procurando perder as almas. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amen.
Fique em silêncio , em meditação , por alguns minutos.

PARA O DIA DA FESTA DO ARCANJO MIGUEL
CONSAGRAÇÃO AO ARCANJO MIGUEL

Eu me visto com a proteção do Arcanjo Miguel e de sua Legião AngélicaEu me visto com sua armadura de Luz e recordo-me , aqui e agora ,que EU SOU UM SER DIVINO , Filho de Deus , e tenho ao meu dispora fé e a fortaleza de Miguel para combater o bom combatecontra ataques físicos e espirituais que procedem dos inimigos da Luz.Eu me protejo com a Espada de Luz do Arcanjo Miguele com ela corto todos os laços que querem me prender ao desespero,a depressão, ao desânimo , a doença , ao desemprego , ao sofrimento , a perseguições...(coloque aqui o que desejar combater)Eu me renovo com a Luz Azul - Dourada do Arcanjo Miguel e me purifico como poder da fé e da alegria que provém de seu amparo.Eu, na condição de TRABALHADOR DA LUZ , me consagro hoje ao poderoso Arcanjo Miguel e com fé, confio em sua proteção e orientação espiritual todos os dias de minha vida.Que as bençãos de Miguel e seus Anjos de Luz se derramem sobre meus caminhose de todos os meus irmãos e irmãs que peregrinam na senda do Amor Incondicional e da Paz Divina.
Assim seja, com o Pai, o Filho e a falange do Espírito Santo. Amém!
(consagração ditada pelo Arcanjo Miguel para todos os quequerem colocar-se sob sua proteção )
http://www.anjodeluz.com.br/arcanjomiguel2009.htm
Postado por Margareth às 16:21 0 comentários:

(

Vida após a morte e Amparadores Espirituais




Entrevista com WAGNER BORGES publicada na Revista Sexto Sentido N. 21 - 05/ 2001

Em entrevista especial à Revista Sexto Sentido, o professor Wagner Borges, especialista em projeção astral, fala de modo claro e objetivo sobre os Amparadores Espirituais - seres que auxiliam as pessoas na hora da morte - fornecendo detalhes impressionantes sobre a transição a que chamamos morte e as dimensões do outro lado da vida.

Nós sabemos que você faz parte de um grupo de Amparadores Espirituais no plano astral, que ajudam as pessoas na hora da morte. Quem são esses Amparadores e exatamente de que maneira eles, ou vocês agem?

- Os amparadores são um grupo de espíritos formado principalmente por orientais. São egípcios, chineses, tibetanos, pessoas que já lidaram com algo parecido aqui na Terra, em outras épocas, que desencarnaram e estão em um nível excelente.
Quando o corpo espiritual se desprende do físico durante o sono ou na morte, ambos estão conectados por um campo energético, que é a aura. Nessa aura estão os chacras e os filamentos energéticos que saem desses chacras se juntam para formar uma ligação - a ligação do espírito com o corpo através do conhecido cordão de prata. Na hora do desprendimento definitivo ou morte, seres espirituais bondosos e evoluídos aparecem e desconectam esses filamentos para desprender o espírito, da mesma forma que um parteiro ajuda no nascimento de um bebê e no desligamento da ligação que é o cordão umbilical. Os seres desligam o cordão de prata e sobra um coto de cordão, só que não é no umbigo, mas na cabeça do corpo espiritual. Nesse momento, normalmente a pessoa apaga, como um mecanismo da consciência. Então ela é puxada para um vórtice, como se fosse uma passagem entre dimensões - por isso as pessoas que têm experiências de quase-morte falam sobre passar por um túnel de luz, que é uma abertura entre dimensões. Então, os Amparadores puxam a pessoa para fora do corpo e a ajudam a atravessar o buraco energético, fazendo com que ela saia na dimensão seguinte, que as pessoas chamam de plano espiritual ou plano astral. Normalmente, ela desperta algumas horas ou dias depois num hospital espiritual. Esses hospitais foram construídos por seres avançados, que elaboram formas mentais e as plasmam com o pensamento. São construções energéticas que, para os espíritos naquela freqüência, são tão sólidos quanto os objetos desta nossa dimensão terrestre. Os espíritos mais sutis atravessam esses ambientes porque são mais rarefeitos, mas naquela dimensão, para quem está lá, os objetos são tão densos quanto os daqui são para nós. A pessoa se vê num ambiente propício para a recepção de recém-desencarnados, onde o que sobrou do cordão de prata é então rompido.

A pessoa acorda num hospital extrafísico após a morte, não porque esteja doente, mas para romper essa conexão. Esses hospitais são locais de transição. Dali ela passa para a dimensão correspondente ao seu nível. Nossos pensamentos e emoções se plasmam energeticamente em nossa aura, em nosso corpo espiritual. Assim, nós somos a somatória do que pensamos, sentimos e fazemos durante a vida. A cada noite, quando nos desprendemos para fora do corpo físico, o corpo espiritual carrega a vibração de tudo que ocorreu naquele dia. Na hora da morte, a vibração do corpo espiritual é a soma de tudo que você pensou, sentiu e fez durante uma vida inteira.

Pode-se dizer que cada pessoa que desencarna carrega um campo vital contendo tudo o que ela é como resultado de tudo o que desenvolveu e fez em vida. Quem tem uma vibração ´x´ no corpo espiritual, após a morte é atraída para o plano extrafísico de uma dimensão ´x´, compatível com a vibração que ela porta.

O plano espiritual se divide em subdimensões. Muitos as dividem em sete níveis, outros em três. Os que dividem em três fazem da seguinte maneira: plano astral denso, plano astral médio e plano astral superior. No denso estariam as pessoas complicadas, seria o chamado umbral, o Inferno. O plano astral superior seria o Paraíso do Espiritismo. E o plano astral médio seria onde se encontram as pessoas mais ou menos, ou seja, iguais a nós, mais ou menos boas, mais ou menos complicadas. Em outras palavras, a maioria.

E o lugar que os espíritas chamam de Umbral?

- A palavra umbral significa muro, e é a divisória entre o plano terrestre e o plano astral mais avançado. Uma divisória vibracional, onde quem tem o corpo espiritual denso não atravessa, como uma peneira vibracional. Eu costumo dizer que Inferno e Paraíso são portáteis: você carrega dentro. Se está bem, o Paraíso está dentro de você. Se sai do corpo nessa condição, você é atraído por uma vibração semelhante a que existe em seu interior. A passagem para o Paraíso está dentro de nós. E o Inferno é a mesma coisa, é um estado íntimo. Veja uma pessoa cheia de auto-culpa e compare com aquela imagem clássica do diabo colocando alguém dentro da caldeira e espetando. A auto-culpa espeta mais do que qualquer diabo, porque nem é preciso o Inferno vir de fora: ele já está dentro e o diabo é você mesmo.

O Umbral é uma região muito pesada porque reflete o estado íntimo de quem lá está. Você encontra lugares que lembram abismos, cavernas escuras, tudo exteriorizado do subconsciente dos espíritos, como formas mentais. Quando você olha no fundo desses abismos vê que está cheio de espíritos, mas eles não voam, são densos. Você encontra favelas no plano espiritual, cidades medievais. Os espíritos vivem presos a formas mentais das quais, muitas vezes, é difícil escapar. São esses que os seres evoluídos buscam ajudar nessas dimensões.

E como eles fazem isso?

- Normalmente, resgatam os sofredores usando médiuns ou projetores astrais fora do corpo, utilizando a energia do cordão de prata para se tornarem mais densos e puxar as pessoas. É por isso que, desde os 15 anos, fui levado muitas vezes a esses ambientes para dar passes nos espíritos, fora do corpo. Você dá um passe e isso muda o padrão vibracional do corpo espiritual da pessoa. Tão logo isso acontece, os espíritos mais avançados, que não tinham acesso, conseguem pegar a pessoa e levar para um hospital extrafísico. Aí começa um tratamento energético, puramente de luz, para desintoxicar os chacras extrafísicos do corpo energético, e tratamento psicológico para fazer a pessoa encarar sua situação, conseguir se entender e sair daquele problema. E também é trabalho, terapia para que a pessoa saia daquilo sem ter auto-culpa, porque a auto-culpa segura a pessoa no passado. Ela precisa entender que Deus não condena ninguém.

Eu já passei por lugares desse Umbral em que era tudo escuro, e eu sentia que passava por cima de pessoas que se arrastavam. A única luz que tinha ali era a minha, um ser humano. E algumas pessoas se seguravam em mim e falavam, "Anjo, me tira daqui!". Eles achavam que eu era anjo porque tinha alguma luz.

E você não tinha como tirar essas pessoas de lá?
Não, porque tinha ido tirar uma pessoa determinada. Eu estava direcionado para pegar uma e puxar. E também, vários daqueles que estão ali sofrendo e pedindo ajuda, se forem tirados daquele ambiente e levados para um lugar melhor, basta que se recuperem um pouquinho e já começam a aprontar. Esse pessoal precisa ralar um pouco para perceber que não se pode fazer ao outro aquilo que você não quer que façam com você. Não é uma punição divina, é causa e efeito. O que você fez para o outro fica marcado em você. Eu cresci no Rio, na Baixada Fluminense. Vários amigos meus morreram por causa de droga, outros porque se tornaram policiais e morreram em tiroteio com bandidos, cumprindo o dever, e outros se tornaram marginais. Um desses rapazes virou policial e fez parte de um grupo de extermínio de bandidos. Eu já tinha me mudado para São Paulo, e ele inclusive já não mora mais no Rio - deixou a polícia, nem sei onde está. Eu despertei fora do corpo no Rio de Janeiro, na rua do bairro onde cresci, e comecei a ouvir uma gritaria. Lá na ponta da rua começou a aparecer uma energia alaranjada, pesada, e de repente chega o rapaz correndo. Ele estava fora do corpo perseguido por um grupo de doze espíritos, com pedaços de pau nas mãos - tudo plasmado: facões, etc. Gritavam. "Pega, pega esse miserável!". E o sujeito estava projetado fora do corpo, ou seja, fora do corpo ele é perseguido pelos sujeitos que ele matou. Eles passaram correndo perto de mim e, quando ele passou, eu vi que estava cheio de buracos de bala, plasmado no corpo espiritual. Aí eu entendi uma coisa que o espírito André Luiz sempre falou nos seus livros: cada coisa que você faz para o outro fica marcada em você espiritualmente. Cada bala que ele tinha enfiado em alguém, a marca estava nele, porque a forma mental do ato ficou grudada nele. Se durante o sono ele já está assim, imagine na hora em que desencarnar. Ele vai ficar nesse plano astral denso por um bom tempo.

Lembra um pouco o filme Ghost.

- Muitas coisas ali são reais, e também o Sexto Sentido. Ou aquele filme Amor Além da Vida, com Robin Williams - aquela parte de formas mentais plasmadas. É a riqueza do filme. Aquela parte do Umbral, em que ele vai buscar a mulher suicida, é baseada na Divina Comédia do Dante Alighieri. Dante foi um grande projetor. Como vivia no século XIV, em Florença, Itália, ele não podia falar abertamente porque iria para a fogueira. Aí ele camuflou os relatos. Todas as pessoas que se projetam e já foram nesses planos pesados sabem que o Dante era um viajante astral, porque já viram coisas parecidas. É uma outra realidade, que a humanidade não conhece. Mas uma coisa é certa: não vale a pena fazer o mal. Não é que Deus vai punir ou o Diabo vai pegar, mas você carrega de dentro de si tudo aquilo para fora e forma o ambiente. Todo algoz se transforma em vítima. O que Jesus ensinou sobre tentar fazer o bem, tentar ajudar os outros na medida do possível não foi à toa. Aquilo não tem nada de religioso - é código de vida.

Você já presenciou alguns desencarnes?

- Sim. Eu já vi pessoas morrerem e servi como elemento de ajuda no desprendimento. Outro dia tive uma experiência. Vi um barco bem primitivo, cheio de africanos, que estava fugindo de alguma coisa. O barco virou e todos morreram afogados. Eu vi os espíritos saírem do corpo e, na hora, apareceu uma mulher hindu, desencarnada, que estendia as mãos e projetava luz, puxando os espíritos e enfiando-os dentro de um vórtice de energia. Eu já sabia que eles seriam recebidos do lado de lá. Mentalmente ela me disse que os seres humanos são cegos e não estão vendo esse amor, que os leva para o outro lado na hora certa. Que todo mundo recebe assistência.

Quem define a vinda desse ser, que chega para ajudar? Ele sabe o que vai acontecer com antecedência?

- Ela já sabe que vai acontecer. O processo de reencarnação não é aleatório. Existe uma organização extrafísica, com seres mais avançados que coordenam os processos daqueles que estão submetidos à roda reencarnatória. Vou dar um exemplo: quando você era pequeno, você não escolheu o colégio em que estudou - seu pai e sua mãe o levaram para lá. Depois, você cresceu e pôde escolher seu caminho. Quando uma consciência ainda não sabe o que é melhor para ela, seres mais avançados coordenam o processo até ela alcançar a maturidade para decidir o caminho. Então, esses seres fazem com que ela reencarne em países e situações adequados para aquela determinada alma aprender o que precisa. Às vezes, você vem para uma vida para aprender uma única característica que está faltando. Nós temos livre-arbítrio e podemos, por exemplo, encurtar o tempo. O suicida é um exemplo disso. Ele vem com uma carga vital e acaba se suicidando. Vamos chamar a vida na Terra de ano letivo: o corpo é o uniforme, o planeta é a escola. Você é enviado para uma série, cada vida é uma série. Ao longo da vida certas coisas vão acontecer e não são livre-arbítrio, mas experiências que esses professores preparam para que a pessoa aprenda algo. Mas existe o livre-arbítrio. Dentro da sala de aula, o aluno não escolhe o currículo que vai estudar, mas, por exemplo, pode escolher fazer amizade com o colega ao lado ou não. Ele pode estudar mais ou menos. Pode quebrar a carteira ou não. A postura do aluno dentro da sala de aula é livre arbítrio - o currículo que o aluno vai estudar é programado. Como o aluno reage a esse currículo é livre arbítrio.

E os ciclos familiares? Dizem que ficamos reencarnando junto com as mesmas pessoas de um determinado ciclo até as pendências entre todas serem resolvidas.

- Depende - isso também é relativo. Existem milhares que reencarnam ao longo dos séculos e acabam se encontrando ao longo das vidas, mas têm muitas pessoas que ainda estamos conhecendo, que não vêm de uma vida passada. Alguns se perguntam: se há reencarnação, por que a população da Terra continua aumentando? Porque vêm pessoas de outros planetas para cá. Existem milhares de humanidades semelhantes à nossa, espalhadas pela galáxia, na mesma evolução que nós. Existem milhares de outras bem superiores, e milhares bem inferiores.

O que ocorre quando existe uma grande catástrofe, como terremotos?

- É uma espécie de carma coletivo. As pessoas são atraídas para o lugar. Por exemplo, se precisa passar pela experiência de morrer em um terremoto, você não vai nascer no Brasil, mas na Califórnia, nas Filipinas, no Japão, em países sujeitos aos terremotos. O pessoal que programa isso do lado de lá vai encaixar a pessoa num lugar em que ela passe por aquela experiência. Isso já é direcionado. Quando ocorre a tragédia coletiva, o pessoal do lado de lá já sabe com antecedência e todos se preparam bem antes. Do mesmo jeito que existem bancos de sangue nos hospitais, existem bancos de energia do lado de lá. Como esses espíritos são sutis e as pessoas que estão desencarnando, muitas delas, estão em condições bastante densas, vários meses antes eles começam a extrair energia de médiuns, de pessoas bondosas, de grupos ocultistas, espíritas, iogues. Eles captam essas energias sem ninguém saber e vão guardando dentro de aparelhos extrafísícos. Quando ocorre a tragédia, eles usam essa energia para romper os cordões de prata, porque são energias de seres humanos para seres humanos, mais compatíveis. Eu já vi isso do lado de lá. Esses seres espirituais que ajudam - os chamados amparadores, guias espirituais ou benfeitores - são pessoas, seres humanos desencarnados. Entre eles você vai encontrar desde gente quase igual a nós, do mesmo nível, pessoas bacanas, até aquele ser super-avançado que nem mais parece gente como nós, mas uma criatura totalmente de luz.

E como alguém é recrutado para essa função?

- Na verdade, nós somos agentes interdimensionais e já fazíamos parte dessa equipe do lado de lá. Apenas reencarnamos para servir de suporte aos outros. A maioria dos sensitivos que conheço é dessa turma, e é por isso que a comunicação que tenho com eles é natural. Eu não acho que eles são superiores a mim, eles são meus colegas. Agora, é claro que vai ter um colega mais ou menos igual, um mais complicado e um mais avançado, como qualquer grupo de amigos. Você vai ter um amigo que é gênio, um amigo que é chato e um que é igual a você. Espíritos são apenas seres humanos extrafísicos, eles não são divindades. Por exemplo, eu não faço preces para espíritos. Quando ergo a mente em agradecimento, penso num Todo, numa Consciência Cósmica, e se eu tiver de pensar em alguém, penso em alguém como Buda ou Jesus, não como foco religioso, mas como foco de inspiração, de exemplo.

Você tem um mentor?

- Tenho vários mentores. Existem sempre dois ou três que me acompanham há mais tempo. Um deles se chama Vyasa, um hindu, e é quem eu chamo de mentor de muitas coisas que escrevo. Esse é muito presente. Tem outro que aparece como um chinês. E, dependendo da atividade do momento, um ou outro é mais presente. Tecnicamente falando, guia espiritual é qualquer um que ajude você em algum caminho. Até o ser humano ao seu lado pode ser seu guia, se ele abre caminho para você. Mas, por melhores que sejam os guias, nenhum deles pode caminhar por nós. O que eles podem fazer é apontar caminhos, sugerir idéias. E os guias também não tiram obstáculos do caminho, porque esses obstáculos nos fazem crescer. Isso equivale a uma prova na qual o professor não pode dar as respostas ao aluno. O guia, que é um professor, um mestre extrafísico, não pode dar resposta de alguns dramas, porque você aprende mais na crise. Se o guia eliminasse a prova a pessoa não desenvolveria aquela qualidade. A função do guia, então, é tentar inspirar, para que você agüente o tranco da prova, para que sua paciência seja grande, para que seu amor não decaia, para que sua luz continue acesa, mesmo que tudo esteja em trevas à sua volta.

E quando o guia vê, por exemplo, que uma pessoa vai cometer suicídio?

- Ele tenta o máximo possível jogar ondas mentais para ajudá-la. Só que a pessoa costuma estar tão fechada em suas próprias formas mentais, que fica impermeável. É a mesma coisa que tentar conversar com um bêbado. Ele não escuta. Eu costumo dizer que muitas pessoas estão embriagadas emocionalmente: elas não bebem álcool, mas bebem emoções pesadas, tão pesadas que a capacidade de discernimento desaparece. A pessoa é impermeável a tudo de bom que alguém tenta dizer para ela aqui mesmo, na Terra; imagine do lado de lá. Aí entram as leis de causa e efeito: a cada um segundo os seus pensamentos, os seus sentimentos e os seus atos. É a lei mais justa que conheço, na qual cada um recebe, lá na frente, aquilo que fez. Nós vamos semeando a pista em que iremos andar; alguns jogam pregos, e daqui a pouco começam a furar o pé nos pregos que jogaram. Mas existem pessoas que jogam flores.

Isso é causa e efeito, é carma, não tem nada a ver com punição. O umbral não é criação divina, é criação humana, porque esse plano é plasmado a partir das coisas trevosas que estão dentro de nós. Foi o ser humano trevoso que criou o plano astral pesado, da mesma forma que o ser humano avançado criou o plano astral avançado.

Existem idosos que desencarnam e seu espírito se manifesta para pessoas 20, 30 anos depois com a mesma aparência envelhecida. Outros parecem mais jovens. Por que?

- O corpo físico não reflete nosso estado íntimo. Por exemplo, eu posso estar mal, mas disfarçar e ficar rindo, e você não vai saber que estou mal. O corpo físico, o rosto é uma máscara que não reflete o que pensamos, por isso, podemos enganar uns aos outros. Quando você sai do corpo, o corpo espiritual reflete o que você pensa, de modo que não dá para enganar o seu estado íntimo. Até aqui, no plano físico, às vezes você vê um ancião e ele tem viço na expressão; outras vezes você vê um jovem e ele está apagado. Quando a pessoa deixa o corpo, o espírito que estava dentro dele, independente da idade, pode remoçar, porque seu estado íntimo é jovem e o corpo espiritual plasma uma imagem remoçada. Aquele que estava mal pode aparecer envelhecido, carregado.

Se a pessoa deixa o corpo com uma doença, ela pode continuar com a doença no astral?

- Pode continuar até se desprender do condicionamento da doença. Por exemplo, muitos cegos passaram tantos anos sem enxergar que acham que não conseguem ver. Então, às vezes é feito um trabalho psicológico para a pessoa perceber que não está cega e que aquilo é um condicionamento. Uma vez eu vi um desencarnado que voava numa cadeira de rodas. Ele não saía da cadeira porque passou 50 anos sentado em uma. Essa cadeira não era mais física, virou psíquica, era o apoio dele. O homem desencarnou e carregou a forma mental da cadeira de rodas. Depois de um tempo ele vai se descondicionar e passar a voar normalmente, mas às vezes a morte não quebra um condicionamento.

Mesmo depois do espírito ter passado por um hospital extrafísico, onde seu cordão astral é rompido, ele passa por um tratamento para se adaptar à nova realidade de sua existência sem corpo?

- Muitas vezes. O tratamento nos hospitais é energético, mas quem pode mudar sua consciência? Pode-se tentar mudar a energia, deixar a pessoa mais leve, mas ela mesma pode fazer esse processo ficar arrastado, lento. Sem falar daqueles que não aceitam ter morrido, devido a vários fatores. A pessoa se vê num corpo espiritual que reflete a aparência do físico; ela olha para si mesma e pensa que não morreu, porque está com o mesmo corpo, ou porque Jesus não apareceu como tinha sido prometido, ou porque achava que depois da morte ia ficar dormindo até o dia do Juízo Final. E, se perguntam a ela por que ninguém a vê, ela diz que estão todos cegos. A pessoa arranja mil e um motivos para não admitir o que aconteceu.

Imagine as pessoas que negam a morte a vida inteira - quando morrem elas não vão querer discutir isso e arranjam uma camuflagem psicológica, distorcendo a realidade. Uns falam que é um pesadelo, que vão acordar e descobrir que tudo aquilo não é verdade. Ou que os espíritos à sua volta são demônios, que estão torturando. A pessoa fica num estado de confusão e, às vezes, demora para melhorar. Mas uma coisa eu garanto: toda pessoa que está bem por dentro tem um processo muito mais rápido do lado de lá. E uma coisa com a qual as pessoas não podem se enganar: uma excelente pessoa pode morrer violentamente, atropelada, ou assassinada. O fato do corpo dela ter ficado em picadinhos embaixo de um carro não significa que ela esteja mal. Um segundo depois ela pode estar bem do lado de lá. E o fato de alguém morrer na cama, dormindo, não garante que ela vá estar bem do outro lado. Tem muito pilantra que morre dormindo. As pessoas se iludem com a aparência do cadáver. O gênero de morte não determina a qualidade da consciência, porque o que determina essa qualidade não é a morte e sim o que se fez em vida.

Existem pessoas que, antes de deixar o corpo, começam a ver parentes já falecidos.

- Isso porque eles geralmente vêm ajudar, vêm puxar a pessoa para fora. Ainda mais alguém de idade, que já está adoentado, com os sentidos físicos amortecidos. Essa pessoa está tendo um adiantamento e, dias antes, já começa a ver o pessoal. Eu acho legal a pessoa se desprender consciente do processo, porque ela carrega essa certeza dentro dela e, nas próximas vidas, nasce encarando a questão da morte como algo natural.

Uma dica que eu dou para o leitor: se a pessoa porventura estiver saindo do corpo na hora da morte, e estiver consciente, ele vai ver seres a sua volta. Se vir algum vórtice energético, ela deve entrar, porque irá fazer uma passagem de dimensões tranqüila. Se ela não vir ninguém - porque, às vezes, devido à diferença vibracional nessa hora, o cordão de prata ainda não se rompeu; os seres estão ali, mas a pessoa não está vendo - , um conselho que eu dou é estender as mãos para a frente e projetar luz no centro da testa. O que acontece? O padrão dimensional do corpo espiritual dela muda e ela vê todo mundo ao redor.

E o que acontece depois que alguém desencarna, passa por um hospital e já se encontra adaptada a sua dimensão?

- Nessas dimensões existem cidades extrafísicas plasmadas por seres avançados, nas quais vivem comunidades de espíritos. Quando a pessoa sai do corpo, vê o ambiente imediato, o quarto, a cama. A próxima dimensão é o umbral, o plano astral mais pesado. Passando por ele, estão os hospitais extrafísicos e, a seguir, as cidades astrais. A pessoa não precisa passar por uma dimensão inferior para chegar à outra, porque é uma questão de sintonia. Não é um deslocamento espacial, mas um deslocamento de consciência.

Essas cidades, que existem sobre os lugares físicos, lembram os ambientes imediatos de onde a pessoa saiu. Por exemplo, uma cidade extrafísica por cima de São Paulo reflete uma realidade igual à de São Paulo. Os espíritos mantêm uma realidade igual paralela para que a pessoa se sinta ambientada logo que desencarna. Nessas cidades espirituais não existem problemas de dinheiro ou violência - é como se fosse a humanidade legal, projetada do lado de lá. É um ambiente humano, com nível igual ao nosso aqui, só que projetado do lado de lá. Então, as pessoas têm atividades de trabalho, lazer, como aqui, mas tudo simplificado e aprofundado. Ou seja, é o plano físico perfeito. Depois dessas cidades extrafísicas - em que a pessoa recupera a lembrança de vidas passadas, reaprende a voar, retoma ao seu nível -, ela passa para outra freqüência, mais compatível com seu estado interno. São os chamados lugares de estudo e aprendizado. Todo mundo que está ali sabe que teve outras vidas, lembra de tudo, sabe mexer com energia e já ajuda os outros. Nesses ambientes você ainda vê a divisão homem e mulher. Espírito não tem sexo, mas eles mantêm a identidade.

- Wagner Borges-
http://www.ippb.org.br/

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Haverá mesmo Inferno???




MAX, O M E N D I G O

Em 1850, numa vila da Baviera, morreu um velho quase centenário, conhecido por pai Max.

Por não possuir família, ninguém lhe determinava a origem. Havia cerca de meio século que se invalidara para ganhar a vida, sem outro recurso além da mendicidade, que ele dissimulava, procurando vender, pelas herdades e castelos, almanaques e outras miudezas. Deram-lhe a alcunha de conde Max, e as crianças o chamavam somente pelo título — circunstância esta que o fazia rir sem agastamento.

Por que esse título?

Ninguém saberia dizê-lo. O hábito o sancionara. Talvez tivesse provindo da sua fisionomia, das suas maneiras, cuja distinção fazia contraste com a miserabilidade dos andrajos.

Muitos anos depois da morte, Max apareceu em sonho à filha do proprietário de um castelo em cuja estrebaria era outrora hospedado, porque não possuía domicílio próprio.

Nessa aparição, disse ele: “Agradeço o terdes lembrado o pobre Max nas vossas preces, porque o Senhor as ouviu. Alma caritativa, que vos interessastes pelo pobre mendigo, já que quereis saber quem sou, vou satisfazer-vos, ministrando, ao mesmo tempo e a todos, um grande ensinamento.

“Há cerca de século e meio era eu um dos ricos e poderosos senhores desta região, porém orgulhoso da minha nobreza. A fortuna imensa, além de só me servir aos prazeres, mal chegava para o jogo, para o deboche, para as orgias, que eram a minha única preocupação na vida.

“Quanto aos vassalos, porque os julgasse animais de trabalho destinados a servir-me, eram espezinhados e oprimidos, para proverem às minhas dissipações. Surdo aos seus queixumes, como em regra também o era com todos os infelizes, julgava eu que eles ainda se deveriam ter por honrados em satisfazer-me os caprichos.

"Morri cedo, exausto pelos excessos, mas sem ter, de fato, experimentado qualquer desgraça real. Ao contrário, tudo parecia sorrir-me, a ponto de passar por um dos seres mais ditosos do mundo. Tive funerais suntuosos e os boêmios lamentavam a perda do ricaço, mas a verdade é que sobre o meu túmulo nenhuma lágrima se derramou, nenhuma prece por mim se fez a Deus, de coração, enquanto minha memór ia era amaldiçoada por todos aqueles para cuja miséria contribuíra.

"Ah! E como é terrível a maldição dos que prejudicamos! Pois essa maldição não deixou de ressoar-me aos ouvidos durante longos anos que me pareceram uma eternidade. Depois, por morte de cada uma das vítimas, era um novo espectro ameaçador ou sarcástico que se erguia diante de mim, a perseguir-me sem tréguas, sem que eu pudesse encontrar um vão esconso onde me furtasse às suas vistas! Nem um olhar amigo!

“Os antigos companheiros de devassidão, infelizes como eu, fugiram, parecendo dizer-me desdenhosos: “Tu não podes mais custear os nossos prazeres.” Oh! Então, quanto daria eu por um instante de repouso, por um copo d'água para saciar a sede ardente que me devorava! Entretanto eu nada mais possuía, e todo o ouro a jorros derramado sobre a Terra não produzia uma só bênção, uma só que fosse... ouviste, minha filha?!

“Cansado por fim, opresso, qual viajor que não lobriga o termo da jornada, exclamei: “Meu Deus, tende compaixão de mim! Quando terminará esta situação horrível?” Então uma voz — primeira que ouvi depois de haver deixado a Terra — disse: “Quando quiseres.” Que será preciso fazer, grande Deus? — repliquei. Dizei-o, que a tudo me sujeitarei. — “É preciso o arrependimento, é preciso te humilhares perante os mesmos a quem humilhastes; pedir-lhes que intercedam por ti, porque a prece do ofendido que perdoa é sempre agradável ao Senhor.” E eu me humilhei, e eu pedi aos meus vassalos e servidores que ali estavam diante de mim, e cujos semblantes, pouco a pouco mais benévolos, acabaram por desaparecer. Isso foi para mim como que uma nova vida; o desespero deu lugar à esperança, enquanto eu agradecia a Deus com todas as forças de minha alma.

“A voz acrescentou: “Príncipe...” ao que respondi: “Não há aqui outro príncipe senão Deus, o Deus Onipotente que humilha os soberbos. Perdoai-me Senhor, porque pequei; e se tal for da vossa vontade, fazei-me servo dos meus servos.”

“Alguns anos depois reencarnei numa família de burgueses pobres. Ainda criança perdi meus pais, e fiquei só, no mundo, desamparado. Ganhei a vida como pude, ora como operário, ora como trabalhador de campo, mas sempre honestamente, porque já cria em Deus. Mas aos 40 anos fiquei totalmente paralítico, sendo-me preciso daí por diante mendigar por mais de 50 anos, por essas mesmas terras de que fora o absoluto senhor. Nas herdades que me haviam pertencido, recebia uma migalha de pão, feliz quando por abrigo me davam o teto de uma estrebaria. Ainda por uma acerba ironia do destino, apelidaram-me Sr. Conde...

"Durante o sono, aprazia-me percorrer esse mesmo castelo onde reinei despoticamente, revendo-me no fausto da minha antiga fortuna! Ao despertar, sentia de tais visões uma impressão de amargura e tristeza, mas nunca uma só queixa se me escapou dos lábios; e quando a Deus aprouve chamar-me, exaltei a sua glória por me haver sustentado com firmeza e resignação numa tão penosa prova, da qual hoje recebo a recompensa. Quanto a vós, minha filha, eu vos bendigo por terdes orado por mim.”


Comentário de Kardec: Para este fato pedimos a atenção de todos quantos pretendem que, sem a perspectiva das penas eternas, os homens deixariam de ter um freio às suas paixões. Um castigo como este do pai Max será porventura menos profícuo do que essas penas sem-fim, nas quais hoje ninguém acredita?

extraído do Blog: espiritbook.com.br

Mensagem do dia do Evangelho Segundo o Espiritismo




A indulgência

Espíritas, queremos falar-vos hoje da indulgência, sentimento doce e fraternal que todo homem deve alimentar para com seus irmãos, mas do qual bem poucos fazem uso.
A indulgência não vê os defeitos de outrem, ou, se os vê, evita falar deles, divulgá-los. Ao contrário, oculta-os, a fim de que se não tornem conhecidos senão dela unicamente, e, se a malevolência os descobre, tem sempre pronta uma escusa para eles, escusa plausível, séria, não das que, com aparência de atenuar a falta, mais a evidenciam com pérfida intenção.
A indulgência jamais se ocupa com os maus atos de outrem, a menos que seja para prestar um serviço; mas, mesmo neste caso, tem o cuidado de os atenuar tanto quanto possível. Não faz observações chocantes, não tem nos lábios censuras; apenas conselhos e, as mais das vezes, velados. Quando criticais, que conseqüência se há de tirar das vossas palavras? A de que não tereis feito o que reprovais, visto que estais a censurar; que valeis mais do que o culpado. Ó homens! quando será que julgareis os vossos próprios corações, os vossos próprios pensamentos, os vossos próprios atos, sem vos ocupardes com o que fazem vossos irmãos? Quando só tereis olhares severos sobre vós mesmos?
Sede, pois, severos para convosco, indulgentes para com os outros. Lembrai-vos daquele que julga em última instância, que vê os pensamentos íntimos de cada coração e que, por conseguinte, desculpa muitas vezes as faltas que censurais, ou condena o que relevais, porque conhece o móvel de todos os atos. Lembrai-vos de que vós, que clamais em altas vozes: anátema! tereis, quiçá, cometido faltas mais graves.
Sede indulgentes, meus amigos, porquanto a indulgência atrai, acalma, ergue, ao passo que o rigor desanima, afasta e irrita. — José, Espírito protetor. (Bordéus, 1863.)

(Fonte: O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. X, item 16.)

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Meditação sobre a Mãe Divina Kwan Yin




Num dia lindo de primavera, você caminha junto de um templo e entra num jardim chinês. A brisa espalha uma suave fragrância de lilases em flor, lembrando-lhe que deve ter esperança nas qualidades da misericórdia e da bondade.
Você caminha por entre os canteiros e detém-se junto a vários santuários dedicados à Deusa da Misericórdia, Kuan Yin. Você sente a bênção da sua presença em cada uma das delicadas imagens de porcelana, madeira ou pedra, adornadas com oferendas de frutos e flores.
Você se admira com a sutileza desta doce deusa e compreende que a arte de Kuan Yin, toca realmente o mundo, de maneiras que muito poucos conseguem entender.
Em breve você está rodeado por viçosos lilases de rosa, violeta e púrpura. Por entre os lilases, você encontra uma jovem chinesa vestida com uma túnica esvoaçante e ostentando joias de jade trabalhado. Ela segura na mão um vaso dourado enfeitado com desenhos chineses e emite um brilho imbuído de amor e compaixão.
Ela é Kuan Yin, a Deusa da Misericórdia. Ela olha-o nos olhos, como uma Mãe olha amorosamente os olhos de seu bebê. Você se vê refletido na chama do coração de Kuan Yin, tal como ela está refletida na sua chama.
Kuan Yin toma a sua mão enquanto você caminha entre os canteiros. Você lhe conta baixinho os seus problemas e as suas preocupações.
Ela volta-se e sorri-lhe. Depois, ergue o vaso sobre você, derramando a essência rosa violeta da chama da misericórdia como uma cascata de pétalas de flores que o envolvem e acariciam. Você sente um amor misericordioso e cheio de paz dissolvendo as suas preocupações e trazendo soluções divinas ao seu coração. Você também vê os seus entes queridos recebendo esta cascata da luz da misericórdia. Todos eles estão banhados nela e por ela são curados.
Ao entrar em níveis mais profundos de meditação sobre a misericórdia de Kuan Yin você a vê maior do que o próprio planeta. Ela levanta o seu vaso de misericórdia sobre a Terra e derrama a sua compaixão amorosa sobre toda a vida senciente. Este fluxo de misericórdia cobre e penetra o planeta até ele parecer uma esfera violeta envolta numa luz cheia de paz e suavidade.
A Terra está vivificada pelo nascimento da primavera e da ressureição, ao mesmo tempo que a vinda do Buda e do Cristo transforma a Terra com o seu amor misericordioso e sua paz consumada.

Texto extraído do livro Mensagens de Buda - As dez perfeições recebidas
por Elizabeth Clare Prophet.
Postado por Arlete Funaro às 17:34

Por favor leiam - muito importante




Mensagem de Montague Keen de 18 Setembro de 2011

Saudações, minha querida. Foi uma semana em que viste informação divulgada que nunca esperaste ver na tua vida. Foram expostas essas pessoas que declaravam que eram da Luz, enquanto colaboravam com as entidades das trevas para obter o controlo da Humanidade. Não têm um lugar onde se possam esconder. Agora estão a sentir a mão da Justiça no seu ombro; irão responder pelos seus crimes. A retirada deles da cena irá demorar um pouco, mas irá acontecer, tal como a noite sucede ao dia. Os crimes deles contra as crianças inocentes são os mais difíceis de lidar. Pregavam o amor, mas espalhavam o sistema de controlo mais diabólico que era baseado em mentiras. As mentiras deles controlavam todos os aspectos das vossas vidas. Fostes mesmo programados para esparem morrer em determinada idade. As vacinas foram conspurcadas com estirpes de vírus para assegurar que ficassem doentes com cancros ou outras doenças graves; algumas pessoas reagiram de maneira diferente, mas isso assegurou uma saúde doentia que deu grandes lucros e resultou na vossa extinção. Foi tudo colocado contra vós: alimentação contaminada, etc., para vos afastar do planeta. Infelizmente, fostes ensinados a confiar cegamente nos que vos estavam a destruir.


Eles alimentam o vosso medo; prosperam com ele. É por isso que vos dizem constantemente que deveis ter medo. Está tudo bem planeado. Têm uma lista de “inimigos” potenciais. Neste momento estão a decorrer discussões sobre o Projecto Blue Beam (Projecto Raio Azul). Planeiam usar as suas próprias “naves espaciais” para fingir que os extraterrestres vos estão a ameaçar. Não lhes importa quantos possam morrer nesse processo. Será usado para extorquir mais impostos e para impor mais controlo. É isto que as pessoas da Luz, que estão despertadas para o que está a ser feito, deviam estar a divulgar. Assegurar aos outros que isso faz tudo parte de um grande estratagema. Que é tudo uma ilusão. Estão a ficar sem dinheiro. Estão a espremer os países cada vez mais porque estão a perder o controlo do sistema financeiro que eles estabeleceram de uma maneira fraudulenta, há muitos anos. O novo sistema está quase pronto a ser revelado. Claro que isso será uma medida temporária, até que o dinheiro desapareça da circulação e que vocês regressem, outra vez, a um sistema de comércio por troca de bens de consumo e não de dinheiro, como acontecia nos tempos antigos. Esse sistema foi muito bem sucedido. Nunca causou guerra ou fome. Havia abundância para todos.

Ireis tornar-vos cientes de enormes ondas de amor. Sabeis que a cabala não ‘faz’ amor. Tentam destruí-lo, não podem aguentar a energia do amor. Falamos dos três dias em que será melhor que vocês durmam, e assim, que nos permitam remover ilusão àquilo que agora chamais “vida”.
Não tendes nada a recear, estais precisamente a sair da prisão que vos manteve sob controlo. As mudanças irão acontecer naturalmente no planeta Terra: a remoção através de terramotos, etc., de algumas partes da Terra, é necessária, porque se tornaram tão corrompidos que não podem ser redimidos.

As pessoas irão ser removidas em três ondas: as pessoas que concordaram deixar a Terra na primeira onda já concordaram com isso; são evoluídas e irão estabelecer centros para receber a segunda e terceira onda de pessoas. Os que permanecerem à superfície da Terra são os que estão tão encurralados pelo medo e pelo controlo da Cabala que irão ficar para ser os seus escravos. Muitos dos jovens que escolheram estar na Terra, nesta época, usam a sua energia pura para ajudar os outros a seguir em frente. Bastantes já tiveram a sensação da cabeça andar à roda, mais sensações estranhas no corpo que são usadas para restaurar o vosso DNA e ajudar-vos a preparar para a consciência plena. Isto tem sido um trabalho a progredir há muito tempo, mas agora é a ocasião certa para fazer a transformação. Por favor, assegurem-se que têm comida armazenada em quantidade suficiente, para que, durante a Transição, quando os fornecimentos não poderem ser efectuados ou produzidos, tenham o suficiente para se alimentarem. A água é importante, bem como as necessidades básicas da vida. As velas são essenciais. Não há que ter medo de nada, vejam isso como uma grande aventura. O planeta Terra está a passar uma mudança maciça que irá afastar tudo o que não deve estar aqui. A Terra irá ocupar mais uma vez o seu lugar no Universo. Será muito emocionante para todos os que estudaram outros planetas, crop circles (círculos de colheita) OVNIS, etc. John Mack está incrivelmente emocionado. Trabalhamos muito para conseguir isto. Quando a energia mudar – está a acontecer mesmo agora enquanto escrevemos – seremos capazes de nos mostrar, embora muitos vejam essa perspectiva com alarme! Estamos muito mais entre vós do que podeis acreditar. Sei que sabes, minha querida, porque continuo a tornar a minha presença notada para ti e para os nossos hóspedes – por vezes, para sua grande surpresa.

Mantenham um alto astral. Tendes muito a esperar. Para todos os países que estão preocupados em pagar o débito que lhes foi imposto: foi uma extorsão que nunca lhes devia ter sido imposta. Não estais a lidar com gente honesta. Gostaria de aproveitar esta oportunidade para assegurar que todo o débito será anulado quando chegar o novo sistema. Tendes, apenas, de esperar algumas semanas. Os dias deles estão contados. É a ocasião de eles se dobrarem e de vos devolver tudo o que vos tiraram desonestamente. É a altura de homens íntegros, tais como Enda Kenny (Irlanda), avançarem para conduzir o caminho para uma política honesta. Ele é altamente admirado e apreciado em ambos os lados da vida. Um homem em quem podeis confiar. A restauração da Irlanda – a sua verdadeira História – é uma prioridade. Só então é que o Homem irá compreender completamente o enorme engano causado à Humanidade. Quando passei para o Espírito vi isto pela primeira vez, pedi-te para estudares a Irlanda Antiga. Mal pudeste acreditar no que descobriste. Todo o curso da História mudou a favor do lucro e do controlo. Acreditaram que tinham destruído as provas. Não podem esconder nada do Espírito. Temos acesso a tudo, não podemos ser silenciados.

Por favor, reserva tempo para ti própria, por mim. O marido que te adora, Monty.

Tendo pedido a ajuda a Verónica para explicar melhor a mensagem, ela esclareceu:
Monty acredita que ao expor o que a Cabala está a tentar fazer, impede-os de levarem para a frente os seus planos.
Estão claramente a tentar levar a cabo o Projecto Blue Beam que seria uma falsa Invasão Extraterrestre, também planeiam projectar nos céus “visões” de Jesus e de outros Mestres para confundir e criar medo nas pessoas.
Ao tornar pública esta informação as pessoas não serão levadas a acreditar nisso. As Entidades de Andrómeda com quem trabalho, explicaram isso tudo, está numa fita de gravação das nossas Sessões. Como sabe, eu gravo tudo, essa informação vem directa.

The Montague Foundation

http://mkchannelings.blogspot.com/

A Terra é oca





AMIGOS
TRANSCREVO UM POUCO DO TEXTO PUBLICADO NO BLOG ABAIXO INDICADO, QUE ACONSELHO A VEREM (QUEM DESEJAR SABER MAIS, CLARO)....

quarta-feira, 21 de setembro de 2011AVISO DE NOVO ARTIGO

INFORMAMOS QUE NO DIA VINTE E TRÊS DE SETEMBRO PUBLICAREMOS O ARTIGO :
"AS BENÇÃOS DO SENTIMENTO CÓSMICO"

Vamos examinar um sentimento muito específico , raramente reconhecido porque transcende a experiência que os seres humanos comuns têm do sentimento. O sentimento a que nos referimos está além do amor. Trata-se geralmente de uma rara experiência humana , exceto para os que chegam ao completo conhecimento de si mesmos.
O sentimento a que aludimos pode ser denominado , por falta de melhor designação , de sentimento cósmico. Este não é apenas uma compreensão teórica , tampouco certo sentimento sobre o cosmo ou a criação. Trata-se de uma experiência física , mental , emocional e espiritual. Ela abrange a pessoa como um todo. Tentaremos descrever essa experiência da melhor forma possível nos limites da linguagem humana. Explicaremos os requisitos necessários para chegar a esse sentimento cósmico , as quatro chaves que o tornam possível.
Enquanto isso , leiam os outro artigos deste blog que você pode encontrar no arquivo de teztos do lado direito desta página.
SHAUMBRA e NAMASTÊ !!!
++++++++++++

sexta-feira, 16 de setembro de 2011RELATÓRIO E DIÁRIO DO ALMIRANTE DA MARINHA DOS ESTADOS UNIDOS RICHARD E. BYRD REFERENTE SUA VIAGEM AO INTERIOR DO PLANETA TERRA

Solicitamos aos nossos leitores que antes de lerem este artigo , primeiro vão ao nosso arquivo de textos e selecionem e leiam o artigo datado de vinte e um de abril de dois mil e dez que possui o título : A TERRA É OCA E ESTÁ SE EXPANDINDO. Artigo que dá um panorama geral sobre o assunto e explica em detalhes como o planeta Terra é em seu interior. É uma leitura obrigatória antes de ler este artigo novo.
Mas vamos generalizar , apontando certas idéias que existem neste primeiro artigo e que exemplificam o que queremos tratar aqui :
O planeta Terra não é maciço tal qual nos explicam os estudos acadêmicos e científicos. A Terra não é composta de camadas como a crosta, depois o manto e por último um núcleo de ferro e níquel. Também é errada a noção ou idéia de que a cada trinta metros para baixo da superfície a temperatura aumenta um grau centígrado ; isto acontece até numa quantidade menor que a informada até certa profundidade. Na verdade, a Terra é Oca por dentro e possui temperaturas cálidas e mais equilibradas do que na superfície externa, além de possuir vastas vegetações , com abundante fauna e flora. Até cerca de quinhentos quilômetros abaixo da superfície do planeta a temperatura aumenta. Depois as temperaturas diminuem de tal forma que no oco da Terra as temperaturas são similares aos dos nossos ambientes subtropical e tropical.
Os cientistas já calcularam, através da gravidade, da translação e da rotação da Terra que ela deveria ter uma massa de cinqüenta sextilhões de toneladas que é fácil medir e deduzir cientificamente. No entanto, sabem que a Terra só possui uma massa de seis sextilhões de toneladas. Portanto, não é uma bola maciça, mas possui um oco dentro dela.
Na verdade, todos os planetas e estrelas do Universo local possuem a característica de serem ocos por dentro. É uma lei cósmica. E até há cientistas , como Nassim Haramein - que possui vídeos no youtube - que especificam e explicam isto pormenorizadamente. O que existe é uma política de acobertamento em relação a este assunto e muitos outros para manter a população desinformada.
Por exemplo, o programa existente na Internet , chamado Google Earth tapa artisticamente as imagens via satélite dos pólos da Terra, onde existem grandes aberturas para a Terra Oca e inclusive as temperaturas perto dos pólos são maiores do que nas áreas que os circundam mais abaixo ; isto por causa das aberturas que existem para o interior , onde as temperaturas são mais quentes.
Por estas aberturas – a abertura do pólo Norte possui um diâmetro de aproximadamente dois mil duzentos e sessenta quilômetros de diâmetro e a do pólo antártico um pouco menor – entram os raios luminosos do Sol que são concentrados e condensados no núcleo da Terra Oca e formam uma espécie de Sol interno que mantém iluminado o interior do planeta e este Sol Interno gira em sentido contrário ao da rotação do planeta Terra, gerando uma força de atrito que é a verdadeira causa das chamadas auroras boreais e austrais que ocorrem no planeta.
Informamos que viagens aos pólos não são permitidas por nenhum tipo de aeronave, justamente para esconder a existência das referidas aberturas. Como o planeta Terra é mais achatado nos pólos, uma viagem Brasil - Nova Zelândia, por exemplo , ficaria reduzida em um quatro se fosse permitido passar pelo pólo sul do planeta. No entanto , se algum avião decidir fazer tal vôo, será interceptado por algum avião militar que ordenará que o primeiro avião dê a volta e ser retire.
Nunca nenhum explorador oficial chegou realmente aos pólos da Terra ; o que conseguiram alcançar foi no máximo as bordas das grandes aberturas que existem para dentro do planeta, isto porque, os pólos reais não ficam no chão, mas no ar , tendo em vista que o planeta Terra é achatado na região dos pólos.
Várias ondas de maré que se verificam , oriundas dos pólos, ocorrem porque , as montanhas de gelos ou icebergs , que são apenas a solidificação das águas dos rios internos ocos , se formam e caem nos oceanos na superfície. Os icebergs não contém nunca água salgada, mas água doce porque vêm dos rios doces internos. Não se encontram apenas mamutes ou animais pré-históricos congelados dentro dos icebergs, mas também fauna e flora tropical, como leões, hipopótamos, hienas, etc.
ETC.,ETC......

http://andromedalive.blogspot.com

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Os segredos dos Chás




O chá protege as artérias influenciando os factores relacionados à formação de coágulos. Os elementos químicos presentes no chá podem reduzir a capacidade de coagulação do sangue, impedir a activação e o agrupamento das plaquetas, aumentar a actividade de dissolução de coágulos e diminuir os depósitos de colesterol nas paredes arteriais. O pigmento proveniente do chá preto comum ou do chá verde asiático impedia o acúmulo de plaquetas nos pacientes e aumentava a actividade de dissolução de coágulos. Surpreendentemente, disse que o chá preto comum consumido normalmente pelos norte-americanos funcionava tão bem quanto chá verde asiático. Um determinado tipo de tanino presente no chá verde, chamado catequino, é tão eficaz como a aspirina no sentido de bloquear o acúmulo de plaquetas. O chá aparentemente, também ajuda a bloquear o estímulo gerado pelo colesterol LDL à proliferação de células musculares nas paredes arteriais, esse crescimento de células favorece o acúmulo de plaquetas nas artérias.

Salvos Pelo Chá

Evite os derrames bebendo chá, principalmente chá verde. Uma explicação para a actividade anti-derrame pode ser a alta concentração de antioxidantes no chá, capazes de proteger os vasos sanguíneos contra danos.

Japoneses Consumidores de Chá
O consumo diário de no mínimo dez chávenas de chá verde tem efeito protector de adquirir cancro no estômago. Segundo estimativas dos pesquisadores, essa quantidade de chá forneceria de 40 a 50g de vitamina C. Além disso foi demonstrado que o chá verde (tanto quanto o chá preto) realmente neutraliza a formação de nitrosaminas - potentes carcinógenos - tanto em tubos de ensaio quanto no estômago de seres humanos.

Indicação do CháChá de Alecrim - Indicado para stress físico e mental, depressão, gota, reumatismo, facilita a digestão.
Alfazema - Indicado para insónias, excitação nervosa, alivia nevralias (dores de cabeça), tosse, asma, bronquite.
Arnica - Analgésica e anti-inflamatória em casos de traumatismos, luxações, entorses, hematomas, distensões musculares e ainda como antisséptica em afecções bucais e furúnculos.
Ban-chá - Depurativo cuja acção acentua a eliminação de toxinas aumentando a diurese e facilitando a digestão.
Boldo - Tónico do aparelho digestivo, aumenta a produção da bilis eliminando gases, cálculos na vesícula e no combate das afecções do fígado e baço.
Camomila - Auxilia a digestão aliviando cólicas abdominais, náuseas, diarréia. Indicado como calmante para insónia e nervosismo.
Carqueja - Acção benéfica sobre o fígado e intestino aliviando azia, má digestão, gastrite, prisão de ventre, etc.
Catuaba - Tónico do sistema nervoso amenizando o nervosismo, insónia, fadiga cerebral, impotência sexual, tosse e bronquites.
Cofrey - Acção terapêutica nas afecções sobre o aparelho respiratório como amigdalite, laringite, faringite e cicatrizante de fissuras, feridas e abcessos, eczemas, podendo ser usado com cautela em processos internos como úlceras gástricas e duodenais.
Erva Cidreira - Insónia, nervosismo, cólicas no ventre e gases.
Erva Doce - Alivia cólicas menstruais, de recém-nascidos e abdominais, também auxilia a má digestão.
Eucalípto - Trata inflamações das vias respiratórias como tosse, rouquidão, bronquite, asma e alivia estados catarrais.
Hortelã - Atenua azia, gases e cólicas. Vermífuga (lombriga e oxiurus). Alivia asma e bronquite.
Jasmim - Tónico, indicado contra sonolência e combate acessos de asma. Excelente diurético.
Maçã - Sedativo, digestivo, anti-diarréica e também indicada nos casos de colite.
Malva - Afecções das vias respiratórias como bronquite, tosses catarrais, laringite e nos processos inflamatórios de boca e garganta, através de bochechos e gargarejos. Antisséptico de vias digestivas e urinárias.
Maracujá - Dores de cabeça de origem nervosa, ansiedade, insónia, palpitações, perturbações nervosas da menopausa e dores espasmódicas.
Melissa - Sedativa em distúrbio de origem nervosa, perturbações gástricas como indigestão, enjoos e espasmos. Alivia dores de cabeça.
Menta - Indicado para má digestão, gases e cólicas.
Poejo - Anti-inflamatório, acção espectorante no processos respiratórios como tosses catarrais, antiespamódico e ainda depurativo.
Salvia - Estimulante estomacal, usado nas atonias digestivas, náuseas, dispepsias, alivia cólicas estomacais, intestinais e menstruais. Indicada nos casos febris com sudorese intensa. Acção antisséptica na higiene bucal e em afecções da pele de origem micótica e feridas.
Stévia - Adoçante usado nas dietas de emagrecimento, na alimentação infantil e por não interferir na glicemia pode ser usado por diabéticos.
O chá da flôr de sabogueiro - serve para combater as bronquites, as queimaduras, o ruematismo, as hemorroidas ou mesmo as infecções dos olhos ou da pele.
O poejo é utilizado no caso de gripe ou de tosse.

Para combater as indigestões, as cólicas ou as insónias pode-se tomar um chá de erva cidreira ao qual se deve juntar uma casca de limão.
A doce lima (lucia lima) - utiliza-se para a cura das dores de estômago.
O chá da erva de S. Roberto pode ser utilizado no combate das inflamações intestinais e ginecológicas, hemorroidas e diabetes.
As malvas são utilizadas no caso de bronquites, tosse ou inflamações.
A pimpinela serve para aliviar as diarreias ou hemorroidas ou tratar as irregularidades da menstruação.
As folhas de oliveira- também podem ser utilizadas na preparação de chás para o tratamento de diabetes ou doenças ligadas ao coração.
O chá feito com barbas de milho serve para combater as dores de rins ou da bexiga, o reumatismo ou a hipertensão arterial.
A flôr da carqueja serve para tratar os diabetes ou as constipações.O hipericão - trata as necessidades aperitivas e degestivas(estômago).
O chá da salva do mato - é utilizado para os problemas estomacais como as indigestões ou as dificuldades em ingerir, serve também como fortificante.
O fel da terra - serve para tratar as diarreias ou para fazer baixar a febre.
A erva da prata - é utilizada na preparação de chás no caso das dores abdominais.
O chá do alecrim - tem várias finalidades, tratar o colesterol, as dores de dentes ou enxaquecas, as doenças de coração ou mesmo nos casos de celulite.