sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Deficiências...



Mario Quintana (escritor 30/07/1906 -05/05/1994)

"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.

"Louco" é quem não procura ser feliz com o que possui.

"Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.

"Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.

"Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.

"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.

"Diabético" é quem não consegue ser doce.

"Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer. E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois:

"Miseráveis" são todos que não conseguem falar com Deus.

"A amizade é um amor que nunca morre. "

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Mensagem do seu Anjo da Guarda



Eu estou ao seu lado e sou aquele que nunca desacredita dos seus sonhos. Sou eu que, às vezes, altero seu intinerário e até atraso seus horários para evitar acidentes ou encontros desagrádaveis. Sim, sou eu que falo ao seu ouvido aquelas "inspirações" que você acredita que acabou de ter como "grande idéia". Sou eu que te causa aqueles arrepios quando você se aproxima de lugares ou situações que vão te fazer mal.
E sou eu quemm chora por você quando você, com sua teimosia, insiste em fazer tudo ao contrário só para desafiar o mundo. Quantas noites à cabeceira de sua cama velando por sua saúde, cuidando de sua febre e renovando suas energias?
Quantos dias eu te segurei para que você não entrasse naquele ônibus, carro ou até avião? Quantas ruas escuras eu te guiei em segurança?
Não sei, perdi a conta, mas isso não importa. O que realmente importa, e o que me deixa triste e preocupado é quando você assume a postura de vítima do mundo; quando você não acredita na sua capacidade de resolver os problemas; quando você aceita as situações como insolúveis; quando você para de "lutar" e simplesmente reclama de tudo e de todos; quando você desiste de ser feliz e culpa outra pessoa pela sua infelicidade;quando você deixa de sorrir e assume que não há motivos para rir, ainda que o mundo esteja repleto de coisas maravilhosas; quando se esquece até de mim, seu anjo da guarda, aquele a quem Deus deu a honra de te auxiliar nesta missão tão fácil que é viver e progredir.
Já que me deixaram falar diretamente com você, gostaria de te lembrar que estou ao seu lado sempre, mesmo quando você acredita estar totalmente só e abandonado; até nesse momento eu estou segurando sua mão, eu estou consolando seu coração, eu estou te olhando e, por te amar demais, fico triste com a sua tristeza, mas como eu sei que você nasceu para brilhar, agradeço a Deus a oportunidade bendita de te conhecer e cuidar de você, porque você é especial

Com carinho, seu anjo da guarda.

A reencarnação nos animais



P: Existe um planeamento reencarnatório para os animais?

R: Sim. O Espírito da Verdade disse que os animais não são simples máquinas, como supomos. Por isso são tratados de modo especial e não sem qualquer planeamento. Quando se trata de animais superiores, como por exemplo, os mamíferos, há um planeamento padrão, além de um outro quase individualizado. Quando se refere a animais de escalas evolutivas anteriores (insetos, por exemplo) são tratados de modo padronizado, somente por métodos pré-estabelecidos, mas mesmo assim há planeamento para cada espécie.
A partir de um determinado patamar evolutivo, os animais passam a ser tratados de modo mais individual, pois já atingiram certo grau de independência e estão mais livres de padrões, utilizam mais o seu livre-arbítrio. Por serem mais independentes, são preparados para a reencarnação de modo particular, em alas compartilhadas com um menor número de indivíduos se comparados com animais que se encontram em fases evolutivas anteriores, que são preparados de modo padronizado para todo o grupo.

P: Eles podem reencarnar na mesma família onde eram queridos?

R: Os animais, principalmente os domésticos, aprendem connosco, que somos, além de irmãos, seus professores. Durante o tempo em que permanecem connosco, passam por várias experiências, como encarnados e, quando já for o suficiente, provavelmente ele reencarnará noutra família e noutra localidade onde aprenderá coisas que não podemos oferecer. Mas em geral retornam várias vezes ao mesmo lar.
Os animais cumprem alguns roteiros padronizados de aprendizado, além de outros mais particularizados e, desde que passem a contento, seguem para outra fase evolutiva e de aprendizado em companhia de pessoas diferentes que lhes podem oferecer outras novas experiências. O facto de serem queridos é importante, mas não é o fator determinante para que retornem ao mesmo lar.

P: Para a reencarnação, qual o critério de escolha da família para onde devem ir os animais?

R: Quando os animais que vivem em maior proximidade dos seres humanos desencarnam, eles são imediatamente, na maioria das vezes, encaminhados à reencarnação. Para alguns grupos de animais existem condições pré-estabelecidas e padronizadas, mas, para outros, há condições particulares, individualizadas. Para tanto há cronogramas particulares de roteiros de aprendizado que devem ser seguidos sob orientação de Espíritos encarregados disso. Espíritos de elevada categoria elaboram os projetos que são colocados em prática por Espíritos subordinados que se encontram mais próximos dos animais. Eles, então, organizam os animais ou os espíritos deles, para essa ou aquela atividade relacionada aos nossos irmãos, até completar o aprendizado em determinado grupo humano. Existem vários planos para um mesmo animal ou grupos de animais que podem ser substituídos um por outro a qualquer momento, segundo a determinação desses grupos espirituais de maior hierarquia, que decidem sobre os caminhos que deverão seguir os animais sob a sua responsabilidade. Em geral, o plano original é mantido na medida do possível e somente é substituído em situações que obriguem a isso para preservar a vida do animal.

P: É possível um animalzinho reencarnar no mesmo lar?

R: Sim, é possível e ocorre com frequência, pois o aprendizado não se interrompe com a desencarnação do animal. Como retornam na primeira oportunidade, continuam praticamente do ponto onde pararam. A vida não é interrompida com a morte do corpo físico, pois do mesmo modo como o nosso Espírito evolui pela reencarnação, os animais também reencarnam para reiniciar a sua jornada interrompida temporariamente. No Mundo Espiritual os Espíritos encarregados da evolução dos animais, encaminham-nos para as famílias ou para os locais onde deverão prosseguir o seu aprendizado, que, em geral, se repete várias vezes, podendo ser, também, por um curto período, dependendo da necessidade.

P: Fale um pouco sobre o tempo necessário para o animal reencarnar após ter desencarnado.

R: Ao desencarnarmos, ou quando desencarna um animal, alguns ajustes são necessários ao nosso Espírito e ao nosso corpo espiritual antes de retornarmos ao mundo físico. Quando desencarnamos de forma violenta, por exemplo, podem ocorrer lesões nos nossos corpos espirituais que precisam ser reparadas antes do retorno. Os animais considerados inferiores passam por tratamentos preparatórios padronizados rápidos e, portanto, o retorno também é rápido. Animais superiores passam por tratamentos quase individualizados e mais demorados. O tempo varia de espécie para espécie de animal, em função do seu grau de evolução e das condições, que são variáveis, mas este período é sempre relativamente curto, se comparado ao tempo que decorre para uma reencarnação humana. Minutos, horas, dias, meses, anos. Isso, como dissemos, ficará dentro de uma variante na dependência da necessidade evolutiva. Para se ter uma ideia, a preparação de um cão está à volta de dois a três dias (alguns animais domésticos podem permanecer no plano espiritual por mais tempo ou por tempo indeterminado, se estiverem sob a tutela e responsabilidade de algum Espírito amigo que queira cuidar dele) antes de ser enviado para o mundo físico na forma de um embrião, que se irá adaptar ao útero materno e se desenvolverá durante o período de gestação, que no caso dos cães é de cerca de 60 dias. O tempo que permanecem no plano espiritual, chamado de erraticidade, é curto, pois não dispõem de muito para avançarem na evolução espiritual. Eles não podem dar-se ao luxo de desperdícios de tempo. Quanto mais rápido retornam ao físico, mais experiências adquirem para evoluir.

(Respostas por Marcel Benedeti - Do site Comunidade Espírita)

* * *

“Chico, pare e preste atenção neste cãozinho. É o Dom Pedrito que está voltando para você.”

(Emmanuel, mentor espiritual de Chico Xavier, referindo-se à reencarnação do cão de Chico - Do livro de Irvénia Prada: “Questão Espiritual dos Animais”)

* * *

O que é a Merkabah



Merkabah é o veículo de luz que transporta o espírito, a mente e o corpo, para acessar e experimentar outros planos, realidades e potenciais de vida mais elevados. Podemos classifica-lo como sendo um veículo interdimensional.


Os antigos cabalistas conheciam-no como "a carruagem de Deus", sendo uma referência ao veículo de luz ao qual o ser humano tem acesso, capaz de transportar o espírito (e, em estágios mais avançados, até o corpo físico) para outras dimensões. Com a ativação da Merkabah, as pessoas passam a aprender mais sobre si mesmas e a conectar-se com o Eu Superior.
Com a ativação da Merkabah, o indivíduo começa a vivenciar níveis de consciência mais elevados. A Merkabah é uma ferramenta que ajuda os seres humanos a expressarem todo o seu potencial. Trata-se de um campo de energia cristalina que alinha simultaneamente o corpo, a mente e o coração. Este campo de energia estende-se em torno do corpo a uma distância de aproximadamente 15m, girando a uma velocidade próxima à da luz. Na maioria das pessoas, este campo funciona muito lentamente ou então encontra-se inteiramente parado devido à falta de uso.
A Merkabah completamente ativada assemelha-se à estrutura de uma galáxia ou um OVNI. Através do AMOR DIVINO e do uso de certas técnicas, podemos reativar esse campo vital de luz em torno de nossos corpos. Sem AMOR INCONDICIONAL, a Merkabah é apenas uma máquina que não chega a permitir que o espírito criador retorne para casa e alcance altos níveis de consciência.
Através de estudos dos ensinamentos sagrados de Lemúria, Atlântida e antigo Egito, e unificando-os aos conhecimentos, estudos e descobertas da Física Quântica e da Geometria Sagrada foi possível a descoberta deste poderoso conjunto de técnicas que possibilitam alcançar a ativação completa do corpo ou veículo de luz, juntamente com a abertura do chacra cardíaco e o ancoramento das vibrações do AMOR INCONDICIONAL.
Com isto adquirimos a capacidade de fazer uma limpeza dos canais energéticos sutis de nossos corpos, ampliando e expandindo nossa consciência. Pela Geometria Sagrada, trazemos à consciência a existência de vários campos magnéticos que circundam nossos corpos (um deles é o campo formado pela estrela tetraédrica), e através da ativação da Merkabah, conseguimos acessar estes campos e projetar nosso ser para outras dimensões. A Merkabah capacita-nos a experimentar plenamente a expansão consciencial, conectando-nos com nossos potenciais mais elevados e restaurando o acesso e a memória das infinitas possibilidades do nosso ser.
A Palavra "Merkabah" é uma composição de três palavras menores:
1. MER refere-se a um tipo muito especial de luz – um campo de luz induzido (ou eletromagnético), cuja descoberta remonta ao antigo Egito, durante a Décima Oitava Dinastia, conforme as novas orientações da religião voltada ao culto do Deus Único. "Mer" era vista como campos de luz rotatórios girando em sentidos opostos no mesmo espaço. Estes campos são gerados a través de técnicas específicas.

2. KA refere-se ao espírito individualizado.3. BAH refere-se à interpretação espiritual de uma determinada realidade particular. Na realidade humana terrestre, "Bah" é normalmente associado com o corpo físico, a alma ou a realidade física. Nas realidades em que os espíritos não têm corpos, "Bah" refere-se a aos conceitos ou interpretações da realidade tal como é percebida nos reinos específicos em que as entidades vivem.

Autor: Chico SalvadorCompartilhar Twitter Facebook
DO SOL Ativado por . Badges Relatar um incidente Termos de serviço

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

A verdade Libertadora



A verdade predomina sempre.
O culto à mentira é dos mais danosos comportamentos a que o indivíduo se submete. Ilusão do ego, logo se dilui ante a linguagem espontânea dos factos. Responsável por expressiva parte dos sofrimentos humanos, fomenta a calúnia — que lhe é manifestação grave e destrutiva — a infâmia, a crueldade...
A maledicência é-lhe filha predileta, por lhes expressar os conteúdos perturbadores, que a imaginação irrefreada e os sentimentos infelizes dão curso.
Além desses aspectos morais, a mentira não resiste ao transcurso do tempo. Sem alicerce que a sustente, altera a sua forma ante cada evento novo e de tal maneira se modifica, que se desvela. Por ser insustentável, quem se apoia na sua estrutura frágil padece insegurança contínua.
Porque é exata na sua forma de se apresentar, a verdade é o inimigo formal da mentira. Enquanto a primeira esplende ao sol dos acontecimentos e se exterioriza sem qualquer exagero, a segunda é maneirosa, prefere a sombra e comunica-se com sordidez. Uma é fruto da realidade; a outra, da fantasia, que não medita nas consequências de que se reveste.
A mentira teme o confronto com a verdade. Aloja-se nas sombras, espraia-se, às escondidas, e encontra, infelizmente, guarida.
A verdade jamais se camufla; surge com força e externa-se com dignidade. Não tem alteração íntima, permanecendo a mesma em todas as épocas. Ninguém consegue ocultá-la, porque, semelhante à luz, irradia-se naturalmente. Nem sempre é aceite, por convidar à responsabilidade. Amiga do discernimento, é a pedra angular da consequência de si mesmo, fator ético-moral da conduta saudável.
Enquanto a mentira vigorar, a acomodação, o crime afrontoso ou sob disfarce, o abuso do poder e a miséria de todo o tipo predominarão na Terra, exaltando os fracos, que assim se farão fortes, os covardes, que se tornarão estóicos, os astutos, que triunfarão em detrimento dos sábios, dos nobres e dos bons...
Face a tais logros, que propicia, não obstante efémeros, os seus famanazes e cultuadores detestam e perseguem a verdade. Não medem esforços para lhe impedir a propagação, por saberem dos resultados que advirão com o seu estabelecimento entre as criaturas.
São baldas, porém, tão insanas atitudes.
A verdade espera, os seus opositores enfermam, envelhecem e morrem, enquanto ela permanece.
A mentira é de breve existência. Predomina por um pouco, esfuma-se e passa...
Na sua constituição molecular, conforme se apresenta, o corpo é uma realidade-mentira, por ser um revestimento transitório, que sofre alterações incessantes até ao momento da sua transformação fatalista pela morte.
O espírito é o ser; o corpo é o não-ser, conforme definiu Platão.
A busca da verdade — o que é… permanece — é a meta da existência física.
A verdade cresce à medida que o ser se desenvolve. Sem abandonar as suas raízes, faz-se profunda, é sempre atual e enfrenta a razão em todas as épocas com os equipamentos da lógica e da realidade.
Ela objetiva sempre alcançar o ser na sua plenitude, permanecendo como diretriz para a vida, sustentação dos ideais e segurança para todos os cometimentos. É a grande libertadora da criatura. Sem a sua vigência predominam as trevas, a barbárie, o abuso dos costumes.
A verdade é pão que nutre, medicamente que cura, guia que conduz com equilíbrio. Jamais fica desconhecida, por maiores que sejam os obstáculos que se lhe anteponham. Escapa a qualquer controle, por ser soberana, e, mesmo quando aparentemente morta, renasce.
O encontro com a verdade produz choque, por significar o desaparecimento da ilusão, a saída do comodismo, da paralisia, do prazer frustrante.
Jesus, em resposta admirável, afirmou: — Busca a verdade e a verdade te libertará.
*
Ninguém tem o direito de ocultar a verdade, como se fosse uma luz que devesse ficar escondida. Onde se encontre, irradia claridade e calor.
O seu conhecimento induz o portador a apresentá-la onde esteja, a divulgá-la sempre. Pelos benefícios que proporciona, estimula à participação, à solidariedade, difundindo-a.
Quem a encontrou, sente-se convidado a torná-la conhecida, a esparzi-la como pólen de vida.
Embora muitas criaturas cheias de si, vítimas do orgulho e da prosápia, não demonstrem interesse em travar contacto com ela, não a ocultes por timidez, receio ou preconceito dos outros. A tua fé espírita fundamenta-se na verdade. Vem de Jesus-Cristo, que a anunciou.
Sem agredir ninguém, ou impô-la, coloca-a, sem qualquer constrangimento, no velador, a fim de que todos a conheçam, e com ela se relacionem aqueles que estiverem interessados ou necessitados.
Faz a tua parte, e a vida fará o restante.

Joanna de Ângelis

(De “Sob a proteção de Deus”, de Divaldo Pereira Franco – Diversos Espíritos).

***
Abraços de Paz!

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Horóscopo dos Orixás para 2011




ÁRIES: ORIXÁ PROTETOR OGUN

Amor: Você vai esbanjar sensualidade e ousadia na paquera, porem tome cuidado com excessos: preserve-se na intimidade. De maio em diante, conte com o apoio de Oxum para mandar embora a solidão. A partir de outubro, Oxalá atrairá paz e paciência para a sua vida. Excelente momento para começar uma relação séria.

Trabalho: No inicio do ano, buscara mudança. Mas aja com cautela.

A partir de junho, desejara romper antigas parcerias e começar algo próprio. Para isso, Xango lhe trará sorte. Em julho, quem tiver dividas, terá chance de quitá-las, graças a proteção de Oxossi. No final do ano, bons fluidos.

Dinheiro e Sorte: Cautela com as despesas do primeiro trimestre, principalmente quem tem filhos e gastos escolares. A partir do final de março, dispense o que não tiver mais necessidade.

Família e Amigos: Iniciará o ano guardando suas opiniões ao invés de procurar o debate. Nos últimos meses, atingirá plena harmonia com suas companhias.


TOURO: ORIXÁ PROTETOR: OXÓSSI

Amor: Espere por novidades, livre-se de lembranças tolas do passado e siga em frente! Depois da Páscoa, encontrará uma companhia agradável. No mês dos namorados, prepare noites bem sensuais. Se estiver só, aprove ite para curtir os amigos. No começo de novembro, resolva os probleminhas a dois com mais carinho.

Trabalho: Oxóssi aconselha a não ser tão racional, pois isso prejudicará sua relação com os outros. Em maio, Oxum ajudará você a administrar suas ambições. De agosto em diante, estará mais confiante. No final de outubro, Iansã protegera quem precisa de emprego. Grandes mudanças virão.

Dinheiro e Sorte: Nada de se comparar aos demais e se revoltar por não ter aquilo que eles já conseguiram. Cada um é cada um e deverá ter em mente que a sorte também lhe sorriu em muitas oportunidades do passado.

Família e Amigos: De alargada em 2011 abandonando a culpa pelo que já foi. O arrependimento só valerá se buscar nessas experiências força e maturidade para fazer o futuro acontecer.

GÊMEOS :: ORIXÁ PROTETOR :: IBEJI

Amor: A sintonia entre você e o par estará forte e espantará qualquer briga. Em julho, vai esbanjar sedução. No ultimo trimestre, não se deixe influenciar pelas fofocas. Pratique exercícios e cuide do visual para, assim, ganhar confiança na conquista. O final do ano promete ótimas surpresas para o seu coração!
Trabalho: Nanã pede que use o bom-senso. Em fevereiro, cuidado com pessoas mal-intencionadas. Mantenha a calma para não se prejudicar! A partir de maio, Oxum promete iniciativas e novos horizontes. Em agosto, procure se aperfeiçoar no que faz. Obaluaiê espantará o desanimo em novembro.
Dinheiro e Sorte: A vontade de mudar lhe fará iniciar o ano caçando um trabalho que pague melhor pelo seu suor. Analise com carinho opções que estejam envolvidas em algum grau com crianças, o que combinará o lado profissional com o pessoal.
Família e Amigos: De nada compensará implicar com a pessoa amada escolhida pelos filhos, irmãos ou até mesmo os amigos. Respeite a escolha deles e permita um convívio saudável.

CÂNCER : ORIXÁ PROTETOR :: OXUM

Amor: Em janeiro, aqueça a paixão para não correr o risco de perder seu par. Se estiver só, aproveite a vida e amenize a rotina com esportes em grupo. De agosto a outubro, os Orixás masculinos lhe darão muita empolgação. Porem, poderá ter uma recaída com um amor antigo. O clima no final do ano será mais reservado, sem perder a paixão!
Trabalho: Sua dedicação estará exemplar. Terá interesse pela preservação do meio ambiente. Ouça o recado de Oxossi e não seja tão radical. Em abril, controle a impaciência. De julho para frente, lute pelo que merece, mas cautela com a inveja. Oxumaré alerta: siga a sua intuição!
Dinheiro e Sorte: Além de receber alguma dívida pendente Ou até uma herança, contará com concentração e persistência para prosperar. Cuidado, já que discussões por dinheiro atrapalharão o relacionamento.
Família e Amigos: Outubro lhe surpreenderá com uma amizade capaz de abrir seus olhos para um novo modo de encarar as dificuldades.

LEÃO : ORIXÁ PROTETOR :: XANGÔ

Amor: Resolvera problemas com o par no inicio do ano. Yemanja aconselha que pense mais em si e faça valer sua opinião. No período do Carnaval, preserve-se! Entre maio e junho, não desperdice a chance de conhecer alguém especial. Em novembro, controle a arrogância e a teimosia para não provocar chateações. Iansã ajudara você!
Trabalho: Se surgir aquela vaga tão esperada no local de trabalho, lute por ela: mostre seu interesse e sua dedicação. Julho será um mês tranqüilo, com boa grana no bolso. Mas controle os gastos! No ultimo trimestre, Oxalá alerta para que se mantenha imparcial e não faça parte de fofocas.
Dinheiro e Sorte: Um relacionamento em que uma das partes se sustenta com os recursos da outra será, na verdade, apenas um engano que mais cedo ou mais tarde trará dores de cabeça. Terá que avaliar se não depende financeiramente do seu amor e vice-versa.
Família e Amigos: Sentirá maior atração por exercer os papéis familiares, tanto o de abrigar como ser abrigado. Se pensa em filhos, que tal uma rotina nova com mais hábitos saudáveis?

VIRGEM : ORIXÁ PROTETOR :: OBALUAIÊ

Amor: Ogun ajudará você a se soltar e conquistar quem ama. Em Abril, cuidado para não se envolver em um triangulo amoroso. Não deixe a carência falar mais alto! No mês dos namorados, as bênçãos de Xangô e Iansã afastarão aquela pessoa indesejada e atrairão para sua vida amor tranqüilo. Em dezembro, prepare-se para maravilhas no sexo.
Trabalho: Abandone velhos hábitos, que só atrapalham seu rendimento. Seja forte! Em maio, não se deixe influenciar pela falta de estimulo. Lute por melhorias na vida financeira e se esforce para crescer na profissão. Depois de novembro, a relação com alguém difícil vai melhorar.
Dinheiro e Sorte: Com honestidade, verá seu negócio prosperar, principalmente após a Páscoa. Mas, com novas tarefas, auxiliará muito uma terapia ou aula de ioga para o estresse.
Família e Amigos: Reflexões nos apontam direções a seguir. O problema será se aprofundar em demasia nos porquês de sua existência e esquecer que também há um mundo real para encarar.

LIBRA : ORIXÁ PROTETOR :: OXUMARÊ

Amor: É hora de esquecer aquela pessoa que só trouxe magoas. Você estará mais confiante em abril. Seu jeito misterioso e sensual atrairá pretendente. Em outubro, cuidado com intromissões no romance. Mantenha a tranqüilidade e preserve sua relação amorosa. Na época do Natal, tente acabar com todas as desavenças.
Trabalho: Conte com o apoio de Oxossi para que a falta de atenção não prejudique você. Se estiver sem emprego, estude mais e se aperfeiçoe, pois isso fará a diferença a partir de maio. Ignore comentários maldosos e lute sem desanimar, pois, ate agosto, terá a recompensa.
Dinheiro e Sorte: Terá que fazer uma escolha difícil e crucial para seu futuro em julho. A saída será aliar sangue frio e julgamento crítico com intuição. Encare o desafio com prudência mas sem medo, e dará uma bela guinada para melhor nos seus rumos.
Família e Amigos: Muitos gostam e querem sua atenção. Porém, será impossível atender todos à altura de suas expectativas. Não caberá sentir culpa. O melhor é curtir os feriados e folgas.

ESCORPIÃO : ORIXÁ PROTETOR :: NANA

Amor: Se você tem compromisso, Oxum pede que valorize o dialogo e o respeito no dia a dia para fortalecer a relação. No período do Carnaval, cuidado com deslizes. Se estiver só, aproveite as boas energias de junho e divirta-se, mas com juízo. No final de agosto, surpresas para seu coração!
Trabalho: Mesmo que alguns planos dêem errado, não cultive a raiva, pois isso vai atrapalhar você. Em maio, encontrará um novo e ótimo emprego com ajuda de Oxum. Por volta de outubro, a convivência em grupo estará mais tranqüila. Oxalá lhe dara sensatez para resolver problemas.
Dinheiro e Sorte: As economias que juntou com seus próprio sacrifício merecem ser usadas de maneira especial. Antes de firmar qualquer sociedade, precisará de total confiança na pessoa escolhida.
Família e Amigos: Para combater oscilações de humor, uma ótima sugestão será se envolver com alguma atividade artística para extravasar tanta energia.

SAGITÁRIO : ORIXÁ PROTETOR :: IANSÃ

Amor: No primeiro bimestre, não vai querer se envolver seriamente com ninguém. Mas, ate o final de março, seus sentimentos vão se estabilizar. Com a ajuda de Nana, conseguira tudo o que quer do par. Em maio, Oxum fará você perceber que algumas de suas atitudes não são legais. Reflita! Em outubro, tudo vai melhorar.
Trabalho: Oxossi pede para não se precipitar! Espere até março para conversar com seu chefe sobre seu futuro profissional. Em junho, se usar bons argumentos, sua dedicação será valorizada. Entre agosto e setembro, há chances de demissões. Portanto, controle muito bem suas finanças e cuidado para não parecer arrogante.
Dinheiro e Sorte: Não é porque algumas dívidas lhe perseguem que será preciso renunciar a qualquer tipo de diversão. Sair com a família estará permitido, desde que aceite a situação delicada e não extrapole.
Família e Amigos: Os dilemas vividos na vida profissional não precisam e nem podem trazer transtornos para a boa convivência com as suas companhias. Caberá a você se esforçar para entender os adolescentes.

CAPRICÓRNIO : ORIXÁ PROTETOR :: OMULU

Amor: Sob a influência de Iansã, seu jeito charmoso fará sucesso na conquista. Entre março e junho, a fase será instável. Siga o conselho de Xangô e não se prenda ao passado. Livre-se das preocupações e relaxe a mente. Poderá encontrar alguém especial no ambiente de trabalho. Em novembro, estará mais sensível, por isso, preserve-se!
Trabalho: Não misture vida pessoal e profissional. Resolva o que for precisa com boas conversas e fique longe de fofocas. Em julho, faça novos cursos. Nanã estimulará a concentração e o raciocínio. Em outubro, Oxalá vai ajudar você a não se envolver com problemas alheios. Focalize seus objetivos.
Dinheiro e Sorte: Pouco adiantará os planos arrojados se eles ficarem apenas na intenção. Avalie se as brigas na justiça não serão contornadas mais facilmente com acordos entre as partes.
Família e Amigos: considere que todos podem errar, antes de optar por um rompimento nas relações. Atenção redobrada para fugir de algum triangulo amoroso com amizades ou parentes.

AQUÁRIO: ORIXÁ PROTETOR: OXALÁ

Amor:Yemanjá pede que reflita bem sobre os erros que cometeu e levante a cabeça. Aproveite o período do Carnaval para se divertir e paquerar. Em maio, Oxum deixará você mais sensível. Só tome cuidado para não confundir os sentimentos. A partir de outubro, a intimidade com o par vai pegar fogo e Iansã estimulará o prazer.
Trabalho: Controle seus impulsos em fevereiro para não se prejudicar. Caso receba criticas, siga o conselho de Oxalá: seja humilde e reflita. Aja com equilíbrio e mude se for preciso. Xangô lhe dará dinamismo. Encare os desafios que vão surgir em setembro.
Dinheiro e Sorte: Mesmo contando com sucesso nas finanças, para conquistar quem ama não precisará de dinheiro. Autenticidade e confiança irão pesar mais do que todo o resto na balança da pessoa amada.
Família e Amigos: O relacionamento com o cônjuge será saudável com tolerância e atenção por parte do homem e da mulher para com as duas famílias. Os dois só terão a ganhar com maleabilidade e disposição para agradar.

PEIXES: ORIXÁ PROTETOR: IEMANJÁ

Amor: Em janeiro, transforme suas carências em motivação para aquecer o sexo. Em março, vai querer um romance completo. Mas não exagere na simpatia ou pode parecer que esta se insinuando. Em junho, aposte na sua sedução. O ultimo bimestre será bom para firmar um compromisso.
Trabalho: No primeiro trimestre, terá que se manter firme para lidar com as mudanças com tranqüilidade. Atualize seus conhecimentos e confie em si, pois Ogum estará com você. Em junho, surgirão boas chances de promoção, mas preste atenção na concorrência. Novos empregos no segundo semestre!
Dinheiro e Sorte: Emprestar dinheiro já implica em certos transtornos, imagine então quando for para beneficiar terceiros! Uma boa dica para o segundo semestre será se inteirar sobre o mercado de ações.
Família e Amigos: Na ânsia por resolver logo de uma vez os desentendimentos do casal, atenção para não lavar a roupa suja em público, sobre tudo diante dos filhos.

O AMOR



O Amor é o sentimento mais difícil de ser explicado. Porque não há palavras que o definam melhor. É um sentimento tão intenso e poderoso, de tão elevadas vibrações, que praticamente impossibilita ao homem explicá-lo melhor, através de simples palavras. Teoricamente, muito pouco temos a falar sobre o Amor. Porque que o Amor é algo que se sente, que se pratica. O Amor Universal é a manifestação de um Amor puro, infinito, imparcial e sem distinções. O Amor Universal não faz distinção entre raças, cor, e credo religioso; não discrimina, não separa, não julga, não prefere, nem escolhe. Mas não é indiferente, tem compaixão, inspira o perdão, tem a sua própria razão, é assim como a Fé, é capaz de mover montanhas. Enfim, é a razão de SER. E simplesmente, é.

Leandro Pires

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Ligações energéticas



Tudo o que fazes traz uma consequência. Tudo o que ages traz uma consequência. Por mais ingénua que seja a acção que pratiques, a consequência não tardará a chegar. Por mais ínfimo que seja o desvio, há sempre que voltar a harmonizá-lo.

O Universo é energeticamente perfeito. Tudo neste preciso momento está onde deveria estar – para cumprir a missão a que foi destinado. Quando o homem mexe no estado natural das coisas está a desarmonizar o «não-desarmonizável». O que é que eu quero dizer com isto? Que, por mais que não queiras, o que saiu do lugar terá de voltar a ser colocado lá. Inexoravelmente.

Por isso, quando fizeres algo de mal a alguém por mais simples e pequeno que seja, pensa que irás, mais cedo ou mais tarde, vivenciar o que essa pessoa vivenciou, para rearmonizar esse eixo de emoções: Fazer mal – sentir o mal. Mesmo quando fazes as coisas pretensamente a brincar, quando gozas com alguém, com alguma minoria, pensa que hás-de estar naquele lugar, a ser gozado, mais cedo ou mais tarde. A natureza nunca falha.

Por isso olha para as ligações energéticas que te prendem às pessoas às quais fizeste mal, ou às coisas menos agradáveis que provocaste. Se for possível recuperar, corre. Vai rearmonizar tu próprio antes que a vida te envie uma situação desagradável em forma de rearmonização. Se não der para recuperar, tenta espalhar amor e luz à tua volta, para que a energia circundante reconheça que mudaste e te poupe da volta dos acontecimentos.

O LIVRO DA LUZ – Pergunte, O Céu Responde
de Alexandra Solnado

Você é um Socorrista Divino!



Querido anjo em reconstrução, hoje quero falar a voce que tem enfrentado tantos problemas.

Voce percebeu que quando voce pensa que a cruz está muito pesada; pensa em desistir, entrega-se em depressão e tristeza logo outro “problema” aparece chamando-lhe a atenção?
E voce não desiste, e readquire forças para suplantar todas as dores e dificuldades. Voce sabe o que é isso? TREINAMENTO. VOCE É UM SOCORRISTA EM AULA PRÁTICA.
Isso meu querido anjo é reavivamento da fé. Isso é a fé aplicada. Isso é a oportunidade que lhe é dada através das dores e problemas para aprender de forma prática como ajudar em tempo breve, tantos irmãos que sucumbirão diante dos eventos planetários.
Já pensou sobre isso?
Perto está o tempo em que muitos terão que conviver com a falta de víveres, a doença e a dor, e mais grave ainda, com os seres que dormitavam e ao som das trombetas acordarão assustados, perdidos, desorientados e totalmente sem entendimento do que lhes ocorre.
É aí que voce atuará, acostumado com tantas dores e problemas, estará mais preparado para socorrer o irmão.
Imagine que após os três dias de trevas as ruas e lugares que conhece serão diferentes. Quando esse evento se der, voce estará preparado.
Mãe Maria avisou-nos que durante esses dias não deveremos sair de casa, e não olhar para fora em hipótese alguma. Voce já parou para pensar nisso? Nas coisas que estarão acontecendo longe de seus olhos?
E quando finalmente o sol raiar novamente, O GRANDE SOL, voce será muito necessário na ajuda para reconduzir, orientar, curar.
Se voce nesse momento se encontra vivenciando a prática de lidar com doentes, chegando ao extremo cansaço, agradeça ao Universo pela lição prática, pois voce verá irmãos em condições infinitamente mais dolorosas.
Se voce convive agora com perdas materiais, agradeça. Muito em breve tantos irmãos estarão sem absolutamente nada a que se apegarem. Estarão entregues a si mesmos, à Luz que inerente a cada um, foi ou não cultivada.
Aprenda a desapegar-se agora, para que em futuro breve não seja mais um em desespero por questões materiais.
Caso voce conviva com perdas de pessoas queridas, seja pelo desencarne ou afastamento, lembre-se de que isso é temporário, pois os afetos verdadeiros sobrevivem a qualquer distância seja física ou dimensional.
Voce está em treinamento meu querido anjo, creia que assim é.
Voce tem um contrato de alma e agora é o tempo de relembrar e atuar.
Agradeça por cada evento em sua vida. Para ser médico, enfermeiro, conselheiro, advogado ou qualquer outra função não é necessário muito estudo e aulas práticas?
Voce é um socorrista que muito em breve será solicitado para encaminhar aqueles que não têm ainda o entendimento.
Por isso se pede inflamadamente para que ACORDEM. Infelizmente enredados por tantas questões absolutamente terrenas, grande parte da humanidade não se preocupa em moldar o espírito e se preparar para o que virá. Crêem que com eles nada acontecerá.
Ou ainda pior, muitos crêem que estão prontos para a hora derradeira. Pensam que já leram absolutamente tudo sobre o assunto e isso lhes bastará para interagir com os eventos.
Pare. Sinta, absorva os acontecimentos e analise-os. Veja-se atuando neste momento como um socorrista em treinamento.
É necessário que se aprenda a amar com desapego total. Amar por amar apenas, não importa se o outro estará ao seu lado ou longe. É necessário que se aprenda a viver e conviver com as perdas. Nada material se levará desta existência, e se a lição agora é aprender a “perder”, assuma o propósito de “ganhar” em sabedoria de DESAPEGO ABSOLUTO.
Quando pessoas queridas se afastam não quer dizer que seus corações estão ausentes, apenas estão procurando reunir-se aos da mesma mônada e vibração energética. Solte. Deixe ir. Voce não precisa deles ao seu lado. Ame apenas por amar, sem reter, sem tolher, sem exigir.
O que está sendo ensinado a voce neste momento é ACREDITAR no Pai que tudo sabe e em voce, no seu potencial de doação. Voce é um socorrista em ação. Talvez voce não se lembre ao acordar, mas voce já trabalha junto aos irmãos maiores num plano acima; socorrendo, protegendo, encaminhando.
No momento em que voce assimilar a lição, então os “problemas” se escoarão.
Não se veja como um sofredor, um coitado, um mendicante. Voce é absolutamente maior que isso: voce é um ser de extrema importância, um treinando, um escolhido.
Agradeça por cada evento em sua vida agora.
Cansaço físico existe sim. Cansaço mental existe sim; mas, no momento em que voce direcionar sua mente para a grandeza da lição aplicada agora, passará a sentir menos cansaço físico e mental. Se sentirá como um aluno que precisa aplicar-se AGORA em estudos para fazer a prova final e assim passar com louvor para a próxima etapa.
E, essa lágrima que agora te assoma aos olhos, esse consolo momentâneo em teu coração é um sinal claro que tua alma finalmente entendeu o propósito dos problemas e se reconhece como socorrista divino.
Basta procurar dentro de voce o mestre e conectar-se com O Mestre, e estaremos todos lhe dando suporte.
Seu irmão no trabalho de reconstrução,

Hanrei Won

Mensagem de Rosa (Rainha da Encruzilhada)



Muitos de vós pensam: porque isso tudo acontece comigo? Eu sou uma pessoa boa, me esforço para ter bons pensamentos, sentimentos bons, porque eu vivo nessa miséria (amorosa, financeira, ou mesmo de saúde) enquanto os “maus” prosperam?

Muitos dos que pensam assim são na verdade lobos travestidos de cordeiros. A eles guardo meu punhal apenas, e não irei dar-lhes cota de meu tempo agora.

Hoje meu recado é para vós que assim pensais e que realmente são bons, e que mesmo assim enfrentam toda a sorte de dificuldades. E eu então vos pergunto: porque contentai-vos em comer, dormir, trabalhar, vestir, e nada mais? Por acaso pensais que vossa existência é isso apenas? Não vês que a Vida vos tira o que de mais caro aos vossos corações para que o despertar se faça presente?

Aqui utilizo as palavras d’Aquele que veio em nome da Fonte: vós sois deuses. E como deuses, muito há que fazer, muito há que trabalhar.

Centenas, milhares são aqueles que chegam a nós guardiões e guardiãs pedindo auxílio para suas vidas amorosas e/ou financeiras. A muitos vos digo: estudai! Aprendei que não basta ser bons no íntimo: há que assumir vossa responsabilidade de Guerreiros do Cristo nesta Terra.

A senda é espinhosa, como foi a coroa que a Ele impingiram. A intriga, a oposição, as palavras de ódio e calúnia, sobretudo daqueles que antes vos diziam ser vossos “amigos” e família, dóem como pregos ferindo a pele, queimam como brasa sobre o coração. Mas o que é tudo isso perante a eternidade de bênçãos que vos aguarda?

Os tempos são chegados. Não há mais tempo para as lamúrias, para a fraqueza, para os “pedintes” de espírito. Não rogai a mim o amor, o dinheiro, a promoção. Pedi força para trilhar a estrada do Cristo. Rogai por Luz para compreender que sois co-criadores de vossa realidade, e assim abraçar a responsabilidade de guiar – através do exemplo – àqueles que ainda dormem. Implorai pela proteção necessária para cumprir vossas tarefas no mundo, e então minha falange estará a vosso lado e tudo resolver-se-á a contento.

Mais uma vez, repito: vós que tendes a boa intenção, o coração cheio de carinho para com o próximo, mas continuam vivendo suas vidas na materialidade somente, acordai!

Ainda há tempo para o estudo, para o aprendizado, para a Fé com responsabilidade. Largai os dogmas, a mentalidade traiçoeira e materialista, os conceitos arcaicos de céu e inferno, bom e mal, pecado e bênção! Por Deus, estais todos vivendo o milênio da informação, mais e mais provas vos são dadas de que vossa vida não se baseia somente na matéria, e ainda assim teimam em toldar vossos olhos com o véu de maya!

Muito é esperado de vós, os bons de espírito, porque já tendes a chama do Cristo acesa em vossos corações. De nada adiantará esconder-se, enterrar-se em mil e uma atividades, viagens, saídas com amigos – nada disso suprirá o grande vazio que habita vossos corações. Ponde vossa bondade ao serviço do Príncipe do Mundo hoje, ou perecerão permanentemente para a Vida neste mundo!

Para isso, alimentai vossos espíritos, vossas mentes e vossos corações com o estudo sério das Verdades eternas, dos Mistérios da Criação. Colocai em bom uso vosso Poder Crístico, e venham fazer parte de nossos Exércitos de Luz. Na batalha que se aproxima, não haverá luta. Mas como pregávamos às margens do Nilo: todos terão os corações pesados na balança de Osíris – somente aqueles cujo coração pesar menos que a pluma poderão herdar o novo tempo. Só assim encontrareis a Paz, o Amor, e a Abundância que tanto almejai.

Ilaruê!

Mensagem inspirada pelo espírito Rosa, Rainha da Encruzilhada.

 

Vampirismo espiritual





Os casos de pessoas dependentes, excessivamente tímidas, desanimadas, inaptas para a vida normal, essas que se diz ‘passaram pela vida, mas não viveram’, são tipicamente casos de parasitismo ou vampirismo.
Herculano Pires

No imaginário popular, o vampiro, personificado no cinema pelo conde Drácula, sai de seu caixão à noite para sugar o sangue de suas vítimas, transformando-se em morcego. E de dia, volta a dormir no caixão, pois detesta a luz do sol.
Apesar da mídia explorar bem essa figura lendária, no plano real, no nosso cotidiano, os vampiros na verdade encontram-se bem próximos de nós, causando os mais diversos problemas.
Eles não sugam sangue humano, mas sua energia. Por isso, sal grosso, alho, crucifixo, estaca, água-benta, são recursos inócuos para combatê-los.
Em verdade, a vampirização de energia é um fenômeno muito mais comum do que muitos possam imaginar. Ela pode ocorrer do desencarnado para o encarnado ou mesmo entre os encarnados, ocasionando as chamadas obsessões (popularmente conhecidas como encostos).
É, sem dúvida alguma, uma relação parasitária, simbiótica, onde o vampiro acopla-se no campo áurico do vampirizado, sugando-lhe toda a sua energia e vitalidade.

Em certa ocasião, uma paciente veio ao meu consultório -após passar por vários profissionais-, porque não conseguia se curar de uma doença que a acompanhava há anos: a Síndrome da Fadiga Crônica, que é uma doença controversa e de difícil explicação pela medicina oficial (a grande maioria da classe médica não considera a existência da causa espiritual na gênese das doenças); por este motivo, ela ainda não conseguiu estabelecer suas causas e, em vista disso, o diagnóstico é difícil de ser feito e o seu tratamento é pouco efetivo.
Os sintomas mais freqüentes dessa doença são: dificuldade de concentração e memória fraca; dores musculares; dores de cabeça; dificuldade de dormir e, após qualquer esforço físico e mental, o paciente se sente exausto, extenuado.
No caso dessa paciente, além da desvitalização e da exaustão física, que a incomodavam muito, apresentava também fotofobia (aversão à luz), que a obrigava a andar com óculos escuros, pois a claridade solar machucava a sua vista.
Ao regredir, viu um vulto escuro que se identificou como sendo o seu falecido pai (ele era um dos tripulantes do avião da TAM, que há 15 anos, ao decolar do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, sofreu uma pane e veio a cair nas imediações).
Ao conversarmos com o pai, percebemos que ele não tinha consciência de que havia morrido nesse acidente. Não tinha consciência também de que estava vampirizando a energia de sua filha, causando sua fadiga crônica e, sem saber, deixando-a desvitalizada, exaurida. E o sintoma de fotofobia que ela sentia era causado pelas emanações do ambiente escuro, das trevas, onde o pai habitava.

Ao lhe informar que não pertencia mais ao mundo dos vivos, dos encarnados, e que sua presença constante junto à filha a estava prejudicando, ele, chorando, pediu perdão, pois não sabia disso. Aceitou ajuda dos dois seres amparadores de luz que o levaram para uma Luz Maior. Após sua ida para a Luz, a paciente recuperou sua vitalidade, não sentindo mais aquela exaustão que a deixava bastante debilitada, bem como a aversão à luz, que a incomodava muito.

Este caso bem sucedido que ilustrei como exemplo de um vampirismo de energia de um desencarnado para um encarnado, pode ocorrer também (e com muita freqüência) entre os encarnados. Ou seja, esse tipo de vampirismo ocorre –na maioria das vezes de forma inconsciente–, tanto com os entes queridos (cônjuge, pai, mãe, irmãos, parentes), bem como com os amigos, colegas de trabalho, chefes, clientes, ou mesmo com pessoas estranhas e com os profissionais de cura (médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, terapeutas etc.), que desenvolvem um trabalho que exige um dispêndio grande de energia.
Esses profissionais estão mais vulneráveis ao vampirismo, à perda de energia, onde os pacientes -consciente ou inconscientemente-, retiram deles a energia que necessitam.

Caso Clínico:
Vampirismo

Veio ao meu consultório uma mulher de 37 anos, que assim me relatou:
Não tenho vontade de fazer nada, Dr. Osvaldo; tenho muitas idéias, penso em colocá-las em prática, mas não consigo. Eu me formei a duras penas, ou seja, até o 9º semestre da Faculdade de direito, era a melhor aluna, nunca tinha ficado de exame; porém, no último semestre quase fui reprovada em uma matéria.
Nunca passei no exame da OAB (Ordem dos Advogados); no entanto, faço os testes que esses sites de concursos têm para avaliar o conhecimento dos candidatos, e eu acerto quase tudo. Mas, quando presto os exames, das 100 questões, acerto só 30.
No âmbito pessoal, tenho um marido e um filho, mas não temos uma casa própria, apesar de termos uma boa condição financeira; porém, como é só o meu marido que trabalha, eu me sinto uma fracassada. Hoje ele mora em um local e eu em outro -não me pergunte o porquê-, pois não saberia responder.
A gente brigava muito quando estávamos juntos, e esse distanciamento melhorou o nosso relacionamento. Não me dou bem com a minha família e ele também não se dá bem com a dele e vivemos em uma situação que não muda: ele tem sua profissão, trabalha, mas eu não tenho forças pra nada. Até começo algumas coisas, mas nunca termino nada do que me proponho a fazer.
Sabe doutor, não tenho prazer em nada e isso vale para todos os aspectos de minha vida...

Ao passar pelas sessões de regressão, nas duas sessões, a paciente só via sombras e uma faixa de luz que saia dela para outro lugar, mas que ela não conseguia identificar o que era.
Na 3ª sessão (última), ela viu um ser espiritual, um vulto escuro, e uma faixa de luz que saia dela em direção a esse ser.

- Peça para esse ser espiritual se identificar – pedi à paciente.
Ele diz que viveu comigo na vida anterior à atual, e que foi meu marido, mas nos separamos. Fala que não vai me deixar nunca, jamais!

- Pergunte-lhe como você pode ajudá-lo?
Ele disse que não precisa de ajuda, que vai esperar por mim assim que eu desencarnar.

- Qual o motivo dele estar aqui no consultório?
Diz que vive da minha energia, que ele só está aqui porque suga toda a minha vitalidade, e que é ele que impede que eu faça as coisas.

- Por que ele faz isso?
“Porque só assim serei dele de novo. Diz ainda que faz com que eu não tenha vontade de sair de casa porque me quer só para ele... Ele é obcecado por mim! (pausa).
Dr. Osvaldo, agora está vindo uma luz dourada que nos envolve... Essa luz restabelece minhas forças e corta a conexão com este ser que suga minha energia. Essa luz se identifica como minha mentora espiritual... Fala que preciso também me ajudar, não deixando que esse ser atrapalhe a minha vida, sendo forte. Ela diz que se eu sentir vontade de ficar na cama, preciso reagir, tenho que me levantar, mesmo contra a minha vontade; preciso fazer a minha parte.
A minha mentora espiritual diz ainda que preciso pedir perdão para esse ser, e que ele também precisa me perdoar, pois tivemos uma relação muito conturbada nessa vida passada, como marido e mulher. Ela diz que houve a separação porque tudo o que tínhamos que aprender naquela existência passada ocorreu, mas ele não aceitou. (pausa).
Dr. Osvaldo, ele está escutando com muita atenção o que a minha mentora espiritual está dizendo... Eu sinto que ele quer ir embora, mas há também de minha parte a vontade que ele fique... Eu irei sentir a falta dele (paciente fala chorando muito). (pausa).
Estamos nos despedindo com o compromisso de um dia voltarmos a ser marido e mulher... Ele está indo embora... Olha para trás pra me ver pela última vez... Agora entrou numa luz forte”. (pausa).

- Como você está se sentindo? - Pergunto à paciente.
“Estou sentindo três coisas: a minha energia está de volta e há ainda tristeza por não tê-lo mais por perto. Mas também uma sensação de liberdade que eu desconhecia”.

+++
Dr oswaldo Shimoda

Lembranças




O vidro curvo era totalmente transparente, e através dele eu via aquele imenso planeta azul. A sensação era indescritível – aquela massa imensa azul anil era coberta aqui e ali por porções verdejantes de terra, além de nuvens brancas que pairavam pouco acima. Senti o peito apertar. Ultimamente eu vinha tendo sensações emotivas muito fortes quando pensava naquele planeta. Agora, foi-me dada a oportunidade de viver fisicamente ali, juntamente com milhares de outros de minha raça. Em sendo assim, tínhamos estabelecido esta base extra-planetária, de onde monitorávamos o planeta, suas condições, e seus habitantes primitivos.

Naquele dia, eu e mais alguns pesquisadores descemos à superfície. Nossa compleição não era física o suficiente ainda para que pudéssemos ser notados por aqueles hominídeos. Os corpos que ocuparíamos, embora muito superiores àqueles nascidos naturalmente no planeta, ainda estavam sendo finalizados em nosso laboratórios. Já havíamos sido ligados energeticamente a eles, mas ainda não tínhamos permissão para o acoplamento total. Lembro-me de andar em meio àqueles nativos, muito cabeludos e todos nus, enquanto se reuniam em círculo para uma refeição.

Detive-me frente a uma fêmea que dava de mamar a sua cria – aquele ser, tão primitivo, tão mal-formado segundo nossos padrões, emanava uma aura rosada de puro amor maternal. Eu podia sentir que ela seria capaz de qualquer coisa por aquele ser pequenino e indefeso. Seus olhos tinham um brilho especial, de carinho e acolhimento, enquanto ela embalava seu pequeno: aquilo era divino. A emoção foi tão forte que tive de afastar-me.

Lembro-me de sentar-me à beira de um penhasco florido, aspirando o ar rarefeito e olhando o vale verdejante que se estendia lá embaixo. Aquilo era lindo! Tão diferente daquilo que estávamos acostumados…

Alguém invadiu meus pensamentos:

– Porque a tristeza?

Olhei para a direita e vi um de nossos amparadores. Ao contrário de mim, ele emanava uma aura dourada por todo o corpo. Tínhamos os mesmos olhos puxados, rosto anguloso, nariz aquilino. Mas enquanto minha pele era extremamente branca, quase azulada, a dele era levemente bronzeada, como se partículas douradas brilhassem sobre todo o seu ser.

Seus olhos tinham o mesmo tom âmbar, como fogo líquido, enquanto que eu tinha os olhos num tom azul-cinzento triste. Meus cabelos eram lisos e brancos, pouco abaixo dos ombros; os dele eram loiro-claros, também muito lisos, mas cortados à altura dos ombros.

Ele tinha uma compleição longuilínea, mas extremamente forte. Ele emanava calor, austeridade, poder, determinação. E eu não consegui articular um só pensamento diante disso.

– Muito em breve você estará aqui, entre eles. Todos vocês serão tidos como deuses; portanto, cuidado! Como viste, estas também são crituras divinas. E uma afronta à vida, não importa qual seja ela, é uma afronta ao Criador de Tudo que É.

Senti medo, receio. Olhei novamente em frente na tentativa de que ele não percebesse o que me ia n’alma, mas foi em vão.

– Seu receio é bom, e bem fundamentado. Nossa raça há muito tem apegado-se a seu orgulho de raça pura, e também por ter domesticado a todas as sensações do corpo emocional. Mas entenda: domesticar é diferente de mestria. A mestria só se alcança quando o ser consegue vivenciar todas estas emoções sem alterar-se, sem sair de seu centro, sem desequilíbrio. Ao contrário de vocês, os Mestres mergulham em toda e qualquer emoção, mas nunca saem de seu estado de equilíbrio emocional. Aí está a diferença. E foi aí que erramos enquanto povo.

Meu mentor fez uma breve pausa e respirou fundo, olhando o horizonte.

– Este estágio na terceira dimensão deste planeta será muito importante para todos vocês. Nós, os mentores, apoiaremos a cada um de vocês, em silêncio. Erros serão cometidos, mas eles também serão benéficos. Através das experiências vividas, retornarão ao seio de Órion como mestres de suas próprias capacidades desenvolvidas. No cadinho do sofrimento, do amor, do ódio, da compaixão, da irmandade, ressuscitarão seus corpos emocionais enrijecidos no orgulho e aprenderão a lidar com as energias geradas por ele. Dominarão seus impulsos justiceiros e guerreiros, pois aprenderão que o déspota de hoje será, sem dúvida, o escravo de amanhã. A Lei do Carma que rege este orbe trabalhará a seu favor. E assim, ganhando num dia e perdendo em outro, chegarão ao estágio evolutivo que necessitam para voltar ao lar.

Neste momento, algo inusitado me ocorreu: eu estava tão preocupada com a experiência de descer à forma física naquele planeta que não me dei conta de que muitos anos, talvez milhares, se passariam antes que eu pudesse voltar ao meu planeta natal. Senti uma tristeza indescritível.

– Sim, filha, muito tempo passará. Mas o véu do esquecimento encobrirá suas lembranças enquanto estiverem mergulhados na matéria. Assim, sentirão uma saudade incompreensível de algo que não conseguirão definir, o que lhes servirá como mola propulsora para o avanço constante. Vigia e cuida para que as baixas paixões não ganhem terreno muito rapidamente, é só o que posso aconselhar-te.

E assim ele sumiu, da mesma maneira que aparecera. Não suportei: eu nunca havia chorado, a não ser enquanto criança, mas ali derramei grossas lágrimas, enquanto um arco-íris lindíssimo desenhou-se no horizonte. Fiquei ali por muito tempo, até que o entardecer pintou de tons alaranjados o céu. Voltei à nossa estação com o firme propósito de sair vencedora daquela missão.


Fonte: http://sarahsiqueira.wordpress.com/2011/01/26/lembrancas/

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Ritual Alquimia para Cura, Protecção e Manifestação




RITUAL ALQUIMIA PARA CURA, PROTEÇÃO E MANIFESTAÇÃO
Mensagem recebida de Metatron
através de Nasrin em 13 de janeiro de 2006

Amados do meu coração Sou Metatron, Shadi.

Respire profundamente comigo.

Eu gostaria de criar uma rede de proteção e cura ao redor do teu corpo.

Nessa rede de Luz, criarei dois triângulos.

Um será um triângulo de cura, e começará a emanar energias verdes, energias verde citrino (limão), energias verde esmeralda, energias verde Jade escuro; três capas de energia para a cura do corpo, da mente e das emoções.
O verde citrino é o Raio da Claridade Mental. O verde Esmeralda é o Raio da Verdade, da Esperança e a cura para uma "purga" limpeza total, especialmente do corpo emocional.
O verde jade escuro está directamente relacionado com o corpo físico e com o ambiente físico. Este verde escuro também é uma conexão com a Terra e com as coisas materiais,Incluindo a abundância económica e a manifestação de coisas materiais.

O Arcanjo Rafael, a Mãe Maria e Quan Yin colocam-se nas pontas deste Triângulo verde enviando-te energia curativa.
Entre cruzando com este triângulo verde, trarei um triângulo azul de protecção.
Terá três capas ou pontos de protecção, em três aspectos das energias do Raio Azul.
A primeira capa é um azul Nilo escuro que actuará como protecção contra as forças escuras e das energias que baixam a tua vibração e te arrebatam o poder. Este azul Nilo escuro, é a cor do Céu da noite, a cor do rio Nilo, é a energia da terceira capa e a sua função (enfoque )está em trazer a energia dos Reinos Superiores até aos Reinos inferiores, e liberar a negatividade do teu corpo, é para uma limpeza do corpo físico.

A segunda capa é de uma cor azul médio, a cor das pedras chrysacola (um pouco mais escuro que a turquesa). Isto lhe dará poder á energia do teu corpo, especialmente na área do teu plexo solar, é como uma limpeza ao corpo emocional. O chysacola é uma cor como também é uma pedra que vibra uma energia que está entre a turquesa e a lapislázuli. O lapislazuli repele a negatividade, enquanto que a turquesa te protege das energias negativas. Já que a cor da chrysacola oscilas entre estas duas, contem as duas caractisticas.

A terceira capa é uma energia azul águamarinha transparente. Não te preocupes em visualizar as cores exactas, já que os Mestres teem a consciência das tuas necessidades.

O tom exacto será emanado até ti pelos Anjos e os Mestres que trabalham contigo neste ritual. Imagina que nesta estrutura há três capas de protecção, na que é azul agua marinha é a cor do poder é seu aspecto como clemência e poder Divino.
A chysacola, que é a força combinada do lapislázuli e da turquesa, é a absorção deste poder Divino, o poder dentro do corpo para as metas materiais e como repelente contra a negatividade do corpo.
O Arcanjo Miguel, o Arcanjo Uriel e o Arcanjo Metatron estão colocados nas pontas de cada um dos dos triângulos azuis.
Eles começam a irradiar até ti Luz do raio azul, protegendo-te e guardando-te de que recolhas energias negativas e transmutando a negatividade que já tenhas recolhido.
Logo regressando esta luz a da Luz Branca Pura do EU SOU; eles "jalan da Luz Branca Pura do EU SOU, a essência pura do EU SOU O QUE EU SOU, teu próprio EU de Deus e fortalecer-te com a essência de teu próprio Eu de Deus.
É a luz pura do EU SOU O QUE EU SOU que te dará energia e te dará a força a resistência, a força de vontade e a força que necessitas para que "logres" tuas "tareas" necessárias; desde o nível mundano de existência e desde os reinos superiores de existência similares.

Agora visualiza que estes dois triângulos, o verde e o azul, se fundem um no outro. Ao fundirem-se formam uma Estrela de David.
Agora, visualiza que estas parado no puro centro destes dois triângulos.
Estes dois triângulos começarão a girar ao redor de seu eixo que está formado no centro do teu corpo. Imagina que desde a parte de cima da tua cabeça, se forma um pilar de Luz. Este pilar move-se através do teu corpo até abaixo até á planta dos teus pés e vai baixando até chegar ao centro da Terra. A parte superior do Pilar sobe até chegar á Presença do EU SOU o que EU SOU. Imagina que estes dois triângulos giram ao redor de seu eixo um movendo-se na direcção dos ponteiros do relógio, o outro move-se na direcção contraria aos ponteiros do relógio.
O triângulo azul de protecção está libertando do teu corpo energias de baixa vibração. Está repelindo todas as energias que estão "baichando" teus corpos emocional, físico e mental. Portanto, este triângulo azul está rodando na direcção oposta aos ponteiros do relógio.
A rede de cura verde está trazendo a energia para dentro do corpo e está, portanto, girando na direcção dos ponteiros do relógio. Quando os dois começam a girar, formam-se duas esferas de luz. Quando as três capas de verde e as três capas de azul se misturam, começa a emanar uma luz

Verde- azul de cura e de poder. Quando estas duas esferas giram mais e mais rápido, o corpo começa a vibrar com suas energias. Á medida que o corpo começa a emanar de acordo com as energias de cura e protecção, o que necessite sair do teu corpo pode ser transmutado e regressa á Luz Branca Pura. O que necessita ser trazido para o teu corpo, pode ser recuperado da Pura Luz Branca.

Imagina que o movimento giratório venha de cima até abaixo do teu corpo,
Criando duas grandes esferas de luz que emanam raios de luz em ambas as direcções. Os triângulos giram e se tornam esferas de luz e as esferas se expandem. Convertem-se em grandes bolas de luz que envolvem todo o teu corpo dentro delas . as energias de cura ficam emanando de todo o teu corpo.
Vizualisa este sistema de cura todas as noites antes de dormir e cada manhã ao despertar. Esta rede de luz se converterá numa importante intercanbio de energia que aliviará a carga que carregas nas costas, curará o teu corpo, mente e emoções para que faças coisas maiores. Isto ajudará a proteger-te e a curar-te, e também te fortalecerá para trazer e acelerar o processo de manifestação.

Qualquer coisa que queiras manifestar, coloca-o no centro deste ritual e gira os dois triângulos da mesma maneira como descrevi ao redor de esse objecto, se há um pensamento que gostarias de manifestar, uma emoção que queiras libertar, um objecto material ou um nível de ser que gostarias de lograr: coloca essa forma de pensamento ou esse objecto, ou essa emoção no centro deste ritual e começa a girar os dois triângulos ao seu redor. Para combinar os dois, imagina que seguras o objecto dos teus desejos nas tuas mãos e o pensamento do que queres na tua mente á medida que giras dentro dos triângulos.
Quando os dois giram mais e mais rápido, o azul da força, o verde da manifestação e da cura começam a intercalar-se e a fundir-se um com o outro.

O resultado será o de converter toda a dupla esfera em Luz Branca Pura.

No ponto em que se alcança a Luz Branca Pura, haverá uma explosão. A explosão é o sinal de que as intenções, as formas-pensamento, o objecto, estão sendo materializados e abençoados pela presença do EU SOU o que EU SOU, encarnado e impregnado com a essência da Luz Branca Pura.

Nesse momento, saberás que o exercício foi completado.

Sente-te então na paz e felicidade absoluta e sente a felicidade do logro alcançado.

Se levares a cabo este projecto por 22 dias sem interrupção, a energia, o poder, a manifestação, a cura, a limpeza e a protecção se farão parte da tua rede pessoal. Como resultado, poderás chamar a este poder: o poder de manifestação, o poder da vontade e controle, o poder de curar-te a ti mesmo, o poder de manifestar os objectos de teus desejos. Isso que faz parte da tua rede pessoal pode ser retirado em qualquer momento. Quando o retiras depois da fase de 22 dias, podes colocar cada vez uma intenção diferente e podes repetir o exercício e o exercício de visualização pode suceder em questão de um instante e o resultado pode converter-se em Pura Luz Branca. Esta é uma energia da quinta dimensão. Na quinta dimensão podes manifestar coisas simplesmente com o poder da intenção, girar e converte-la em uma esfera e deixando que a esfera se transforme em Luz Branca Pura.

Sucede automaticamente.

É por isso que na quinta dimensão pensas, "Estou faminto, eu quero uma maçã", e a maçã aparece na tua mão, fresca, com força de vida e com energia vibrando atravez dela. Não é fácil quando baixas do quinto reino dimensional. No quarto reino dimensional podes replicar mais facilmente que no terceiro reino dimensional.
Ao saber o segredo da alquimia que transforma metal em ouro, podes transformar o objecto de teus desejos em forma manifesta, ou transformar a forma-pensamento em algo tangível e de que te possas beneficiar.
Na terceira dimensão da realidade, o tempo e o espaço movem-se mais lentamente que nos reinos superiores onde os pensamentos são manifestados instantaneamente.
Este ritual te ajudará a acelerar teus pensamentos e passá-los a acções com maior rapidez.

Portanto, ao trabalhar com este ritual por um lapso de 22 dias, serás capaz de alcançar o nível de manifestação ao pressionar o tempo para que alcance mais rapidamente a teus pensamentos. Depois, só depende do plano da Terra e da velocidade com que a terceira dimensão possa acelerar este processo e assim trazer-te essa realidade. Se não acontece de forma instantania, não é porque não o tenhas conseguido, porque te tenha faltado concentração ou porque não o tenhas feito correctamente. É simplesmente porque estás trabalhando num reino dimensional de alta densidade no qual deves mover a dimensão rumo á aceleração antes que as coisas se possam manifestar.
Ao girar esta rede ou ritual, podes acelerar esse futuro até agora. A rapidez com que se traz o futuro ao momento do agora depende da rapidez com que se pode retirar a densidade. Então, é claro, a tua concentração, o grande desejo que tens e a perseverança se juntarão para que aja um melhor resultado.
A analogia é similar á de um forno micro ondas: a energia micro ondas gira as moléculas da comida para que saltem de cima abaixo criando energia.
Quando se colocam dentro do micro ondas comidas frias e cruas, se cozinham mais rápido que qualquer outro método de cozinhar. O mesmo conceito se pode aplicar a este ritual. Imagina que queres algo que demoraria um largo tempo para alcançar se deixares simplesmente que o tempo e o espaço tomem o seu curso para que se dê essa manifestação. Então, tu decides, "Quero manifestar isto de forma mais rápida, com a maior aceleração possível. Quero mover-me para servir a luz e quero ser apoiado pela Luz. "Coloca esse objecto, a forma de pensamento ou a emoção dentro deste ritual, e diz, "Acelerenlo da melhor forma enquanto o tempo e o espaço cumprem com o plano divino.

"O plano divino te o pode dar num instante, mas tu vives na terceira realidade dimensional, podes ter que esperar um curto tempo para poderes ver resultados. Entretanto, podes acelerar o resultado ao repetir este exercício, ajudando o tempo e o espaço para que manifestem mais rápido a tua intenção. O ritual (alterará) a intenção a raios de luz de micro ondas fazendo com que o que levaria três anos, se realize em três meses. Se a comida ia levar três horas para cozinhar em circunstancias normais, pode-se preparar em três minutos.

Este é o benefício alquímico deste ritual. Se o tempo e o espaço estiverem de acordo com as tuas necessidades e se moverem da forma densa a liquido fluido, então o objecto dos teus desejos poderia chegar a ti em questão de segundos, minutos, dias ou semanas em vez de anos e décadas.

Revisão exercício meditação passo a passo

Agora respira profundamente e vizualisa que estás de pé no centro dos dois triângulos.

Um dos triângulos é azul; o outro é verde.

Há três Seres:

Miguel, Uriel e Metatron que estão posicionados nas pontas do triângulo verde.

Uma explosão de Luz é enviada para o centro onde te encontras.

Essa explosão de luz é enviada desde a presença do EU SOU o QUE EU SOU.

Chega ao teu chacra da coroa, e move-se através da tua cabeça descendo pela espinha dorsal.

Depois desce da base da espinha dorsal até á crosta da Terra.

Desta forma, estás fazendo as veses de catalisador, da explosão de Pura Luz Branca do Eu Sou o Que Eu Sou se move desde a terceira dimensão de realidade, onde habita a Presença Eu Sou, chega até ao núcleo da Terra.

Faz que se unam as energias celestiais do Pai e as energias terrenas da Mãe na totalidade usando o teu corpo como canal.

Agora, começas a ver que o triângulo azul começa a girar na direcção oposta aos ponteiros do relógio, libertando assim todas e cada uma das energias negativas de teu corpo e ao mesmo tempo dando-te poder.

O triângulo verde, que traz cura e manifestação, começa a girar no sentido dos ponteiros do relógio, trazendo assim a manifestação que desejas.

Sente como giram os dois triângulos mais e mais rápido, declara as tuas intenções: o que desejas ver, sucede. Pensa no que queres que suceda e o que queres experimentar no transcurso do ano que vem. Menciona especificamente os detalhes do que desejas alcançar.

Diz, "Desejo manifestar isto da forma mais rápida e com a máxima aceleração de velocidade. Quero passar a servir a luz e quero ser apoiada pela luz."põe as coisas em marcha, o processo dessas intenções que te vão servir, e sente a energia movendo-se atravez do teu corpo em forma de calor, em forma de vibração. Poderás ter a sençassão, de calor ou frio em movimento de cima a baixo pelo teu corpo, podes sentir zumbidos ou luzes profusão de luzes.

Respira profundamente e envia as tuas intenções e nota que os dois triângulos começam a girar cada vez mais rápido. Respira inalando várias vezes profundamente e exalando lentamente.

A energia do movimento giratório atinge o circulo completo. Rapidamente, este ritual começa a avançar em direcção a uma explosão.

Com a explosão, começa a emanar Luz Branca Pura desde o centro do teu Ser irradiando em todas as direcções. Agora , o tamanho da esfera expande-se e estende-se até envolver todo o teu corpo.

Agora sente-te na luz branca pura e deixa que a mente seja absorvida no conhecimento de que o objecto dos teus desejos foi atingido. Ordena ás forças angelicais de Luz para que trabalhem contigo e para que coloquem esta intenção na tua rede pessoal. Eles começarão a construir a rede para iluminar a realidade que irá reter esta imagem que foi trazida a partir da mente de Deus. Esta forma-pensamento que te ocorreu, tem a sua origem na forma-pensamento que está dentro da mente de Deus. Essa forma de pensamento cria o plano original para todos os teus pensamentos e acções que são ordenados divinamente. Ordena ás tuas forças Angelicais de Luz e diz, "Agora ordeno a meus Anjos da Guarda para que recuperem o plano original da Mente de Deus e para que iluminem a rede pessoal do meu corpo com este plano original".

Desta forma alinhas a tua vontade com a vontade Divina em relação a este assunto específico. Manifestarás o objecto dos teus desejos e com o plano divino mais alto para este desejo. Então irás satisfazer a tua personalidade, tua mente, tuas emoções e tua cabeça. Mas mais importante, vai satisfazer a tua Alma e a missão Divina que a tua alma tenha vindo a cumprir nesta vida com relação a este projecto.

Levo-te no meu coração.

Continuarei dando-te cura através deste ritual e desta rede.

Eu Sou Metatron.

Assim É.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Combustão humana espontânea



Texto retirado da Revista Sexto Sentido nº 9

Autor do Texto Gilberto Schoereder


Corpos queimados sem qualquer explicação racional. Obra de psicopatas assassinos? Não. Em muitos casos, trata-se da combustão humana espontânea, um dos mais complexos fenômenos estudados pela parapsicologia.

Uma pessoa absolutamente comum encontra-se em casa, sentada na poltrona da sala de visitas, vendo televisão ou ouvindo música. Ela está tão distraída que não percebe que a parte inferior de seu corpo está em chamas. Quando o tamanho das labaredas chega a ponto de despertar sua atenção, ela tenta entender por que não está sentindo dor. Seu cérebro procura assimilar aquilo de forma racional, mas não consegue: como é possível alguém pegar fogo sem perceber ou sentir dor? Se essa pessoa tiver sorte, o fogo irá se apagar sozinho ou com a ajuda de algum pano molhado. Caso contrário, ela vai queimar até virar cinzas.
Essa cena poderia muito bem ser parte de um filme de terror ou ficção científica, mas não é! Ela ilustra o fenômeno conhecido na parapsicologia como combustão humana espontânea -CHE (ou, em inglês, SHC: spontaneous human combustion), um dos mais difíceis de ser estudado e sobre o qual muitos cientistas preferem manter silêncio.
O parapsicólogo e escritor Georges Pasch disse que a "combustão espontânea de um corpo humano consiste de uma autoinflamação seguida pela combustão mais ou menos completa, sem causa reconhecível”.
A definição pode parecer um tanto vazia, mas a verdade é que pouco ou nada se sabe sobre o acontecimento — como se inicia, como termina ou por que ocorre. Ao contrário da telepatia, clarividência e outros fenômenos paranormais, ele não pode ser reproduzido em laboratório sob um rigoroso controle por parte dos cientistas. Não apenas isso, até hoje a combustão humana não pôde ser explicada por nenhuma lei conhecida da física, química ou fisiologia.

Origem Desconhecida
Até há alguns anos, as tentativas de explicar a CHE buscavam ligar o fenômeno ao fato de as vítimas beberem muito álcool, o que já foi descartado: nem todas eram alcoólatras e, segundo os cientistas, antes de um corpo humano saturar-se de álcool por ingestão a pessoa morreria de outras causas.
Na verdade, a ciência sabe que o corpo humano é um péssimo combustível e não há lei natural capaz de mudar isso. Nenhuma alteração interna pode fazer com que um mau combustível transforme-se em bom. Alguns pesquisadores chegaram a tentar explicar certos casos afirmando que a vítima era fumante e havia se queimado por descuido — uma proposta simplesmente inviável sob todos os aspectos.
Para que um ser humano queime completamente, inclusive seus ossos, é necessário que ele seja exposto a uma temperatura de 1500ºC durante algumas horas. Os casos registrados variam, mas, em alguns, sabe-se que a vítima queimou em pouco tempo, talvez em minutos, sem que houvesse qualquer fonte de calor nas proximidades. Outro fato marcante é que os objetos próximos ao corpo são muito pouco afetados e, em alguns casos, não sofrem absolutamente nada — a pessoa fica reduzida a cinzas, inteira ou parcialmente, enquanto suas roupas e a cadeira em que ela se encontrava permanecem intactas. Uma possível explicação para isso é que a temperatura do fogo durante o fenômeno é muito baixa, incapaz de afetar qualquer objeto que não seja o corpo.

Experiências
Na década de 60 surgiu uma hipótese conhecida como Efeito Vela ou Efeito Pavio para explicar a combustão humana espontânea. Segundo ela, as roupas da vítima poderiam funcionar como um invólucro, semelhante ao que acontece com as velas. Desta maneira, durante a incineração a gordura da pessoa se derreteria, sendo retida pela roupa e fornecendo material para que o fenômeno se mantivesse por várias horas.
O dr. Dougal Drysdale, da Universidade de Edinburgo, diz que o Efeito Vela é uma boa explicação, mas que ele anularia a palavra espontânea, uma vez que a combustão seria provocada por fator externo. Para tentar comprovar essa teoria, o dr. John D. DeHaan, do Instituto Criminalista da Califórnia, EUA, resolveu realizar uma experiência utilizando a carcaça de um porco que, segundo ele, assemelha-se bastante ao ser humano em quantidade de gordura. A carcaça foi envolvida em um cobertor e, sobre ele, derramou-se gasolina para iniciar o fogo.
O resultado obtido foi o esperado: o animal queimou durante horas, produzindo chamas pequenas, mas com temperaturas que chegaram a 800 graus Celsius. Após 5 horas, os ossos estavam reduzidos a pó. Os estragos do fogo no aposento foram mínimos, como ocorre na combustão humana espontânea.
Ainda assim, segundo cientistas, a experiência não conseguiu fornecer respostas para as perguntas mais complexas, como por exemplo, a quantidade de fumaça produzida no aposento foi imensa, o que chamaria a atenção de qualquer pessoa que estivesse nas proximidades, sem falar no odor resultante da queima. Da mesma forma, seria obrigatório que em todos os casos de CHE as vítimas estivessem totalmente incapacitadas antes que seus corpos começassem a arder — uma pessoa em chamas se debateria muito, e não houve sinais disso em qualquer dos acontecimentos registrados até hoje.
Um dos aspectos mais intrigantes continua sendo o tempo de duração do fenômeno. Em vários casos, a combustão total do corpo parece ter ocorrido em questão de minutos, não em cinco horas. O próprio dr. DeHaan afirrmou que, se esse tempo for confirmado, ele não terá como sequer teorizar a respeito.

Sobreviventes
A estranha combustão espontânea de corpos humanos até poderia ser atribuída a fatores externos, como um cigarro ou fósforo derrubados na roupa, não fossem os casos em que as vítimas sobreviveram ou aqueles presenciados por testemunhas. Estes são muito raros e pouco documentados, mas existem relatos de pessoas que viram outras repentinamente explodindo em chamas sem que houvesse qualquer fonte de ignição nas proximidades.
As vítimas que não tiveram seus corpos totalmente destruídos são testemunhas vivas do fato. Georges Pasch cita algumas que tiveram membros queimados por um fogo de chama azulada, que surgiu sem qualquer explicação e foi difícil de ser apagado. Num desses casos, um homem estava voltando para casa quando percebeu uma pequena chama na perna. Ele conseguiu apagá-la, mas a perna ficou marcada por muito tempo, enquanto que a calça não foi nem chamuscada.
A dificuldade em apagar o fogo é uma característica nos casos de chamas localizadas, como o caso de um jovem que teve as mãos cobertas por chamas azuis e que os vizinhos tentaram apagar colocando-as na água. Enquanto estavam submersas, o fogo sumia, mas tão logo eram retiradas, as chamas voltavam ao mesmo tempo em que um líquido semelhante a óleo escorria das mãos. Já foram registrados casos em que as chamas aumentaram de intensidade quando molhadas, ou passaram para a pessoa que tentava apagá-las.
Uma característica igualmente estranha do fenômeno é que, em alguns casos, a vítima sequer percebe o que está acontecendo. Testemunhas já viram gente com parte do corpo ardendo enquanto continuavam a executar suas tarefas calmamente. Esse ponto é ressaltado por alguns pesquisadores como um possível complemento aos casos em que a combustão causa a morte sem que a vítima tenha gritado e chamado a atenção de outros para o que estava acontecendo. Ou elas não sentiram dor, ou o fenômeno ocorreu de forma tão rápida que não houve tempo de reação.

Condições Astronômicas
Uma das tentativas de explicar a CHE busca uma relação com a atividade magnética do Sol. Alguns pesquisadores dizem que os períodos de pico da atividade magnética solar coincidem com a maioria dos casos de combustão, o que fez muitos cientistas considerarem a possibilidade do fenômeno estar ligado às estruturas magnéticas do corpo humano, algo muito pouco conhecido.
A noção tem seus adeptos, segundo os quais a força do campo magnético terrestre aumenta ou diminui de acordo com a atividade do Sol. Assim, o fenômeno seria resultado de uma enorme cadeia de fatos ligados às condições astronômicas e à possível localização da vítima que, num determinado momento, estaria em um ponto de intensa atividade magnética.
Os parapsicólogos dizem que as considerações de natureza física, química ou fisiológica não podem explicar a combustão. Alguns estudiosos do assunto chegaram a sugerir que as vítimas poderiam ser pessoas que haviam desistido de viver e, com isso, estariam realizando um 'suicídio psíquico', liberando de uma só vez e de forma violenta suas reservas de energia física e psíquica. Essa explicação, contudo, em nada esclarece a forma pela qual o fenômeno acontece.
Parapsicólogos modernos, como Georges Pasch, levantam a possibilidade de que, assim como existe o corpo físico, o corpo vegetativo, a mente consciente e o inconsciente, o ser humano também possui um corpo astral — que seria o responsável pela maior parte dos fenômenos paranormais, inclusive a combustão espontânea. Não é exatamente uma teoria nova, mas ela vem sendo cada vez mais citada como uma possibilidade de explicação para vários fenômenos que deixam os cientistas boquiabertos e incapazes de qualquer ação. Contudo, o modo como o fenômeno ocorre continua sendo uma pergunta em busca urgente de uma resposta.
Espera-se que alguém consiga desvendar o mistério no prazo mais curto possível, pois a autocombustão de corpos representa um dos mais complexos e aterrorizantes acontecimentos paranormais da história humana.

Fenômeno Antigo
Alguns citam exemplos de combustão humana espontânea na Bíblia, mas os parapsicólogos costumam rejeitar isso devido à impossibilidade de comprovação científica. Historicamente, a primeira tentativa de registrar a CHE de maneira séria foi em 1763, com o livro De Incendiis Corporis Humani Spontaneis, escrito pelo francês Jonas Dupont. A obra traz uma série de casos e observações sobre o fenômeno. Ao que tudo indica, a inspiração para esse trabalho veio de um caso ocorrido em 1725, quando Nicole Millet foi encontrada morta e seu marido acusado do crime. No julgamento, um médico convenceu a corte de que o corpo havia se autoincendiado, e o veredicto acabou sendo morte por intervenção divina.
No século XIX, dois livros também tocaram no assunto, ainda que de forma fictícia. Um deles foi Jacob Faithful, escrito por Captain Marryat, em 1832, contendo detalhes de um caso de combustão humana descrito pelo jornal londrino Times. O outro, mais conhecido, foi Bleak House, de Charles Dickens, em 1852. Surgiram algumas críticas acusando Dickens de divulgar superstições, mas o escritor respondeu aos ataques citando suas fontes de pesquisa sobre combustão humana espontânea — especialmente o caso da Condessa Cornelia de Bandi, de Cesena, Itália, ocorrido em 1731 — e o de Nicole Millet.
Os casos de CHE, ainda que possam ter ocorrido com alguma freqüência desde essa época, só foram ganhar notoriedade e realmente chamar a atenção dos pesquisadores em 1951, com a combustão de Mary Reeser, de St. Petersburg, Flórida, tido como o acontecimento clássico do gênero e citado em quase todos os estudos científicos.

http://www.espiritualismo.hostmach.com.br

A Síndrome da inveja



Uma das causas mais influentes de nossa infelicidade é a inveja. Falar de inveja é falar de comparação. Quando uma pessoa se compara a outra e se sente inferior, em algum aspecto está com inveja.
Eu não estou dizendo que toda vez que você se compara a alguém está com inveja, estou dizendo que nunca poderá haver o sentimento de inveja se não houver a comparação.

A inveja é a vivência de um sentimento interior sob a forma de frustração, de tristeza, de mal-estar, por nos sentirmos menos do que outros, por não sermos o que os outros são. É o desequilibro íntimo oriundo de um sentimento de inferioridade, fruto da comparação que se faz em relação à outra pessoa em algum aspecto específico.

Quando impedimos que alguém se desenvolva estamos tentando esconder todas as nossas frustrações pessoais e, principalmente, o prestar contas com nosso próprio potencial não efetuado. Aferir nosso potencial perante outrem sempre será doloroso e quanto maior for o sentimento de estarmos aquém de alguma expectativa ou de determinada pessoa, maior será a possibilidade de se deflagrar um sentimento de inveja.

Em algumas ocasiões perdemos o controle, então, surge a vingança. Infelizmente isto se dissemina muito mais rapidamente no mundo corporativo e quanto maior for o complexo de inferioridade de uma pessoa mais combustível é liberado para aumentar a chama da inveja, naturalmente, para àquelas pessoas que são fracas.

O efeito colateral disso, é que a cada dia fica mais difícil criar um clima psicológico saudável, e acabamos sendo vítimas da sabotagem social e pessoal. A verdade é que muitas pessoas não estão preparadas para administrar suas próprias frustrações e ficam absortas pela fúria quando as coisas não saem como planejaram.

O motivo é que estas pessoas não possuem nenhum treino para a contrariedade ou crítica, seja construtiva ou não, é muito difícil para elas admitir o sucesso de uma outra pessoa e o sentimento resultante é a inveja.

O invejoso não inveja o que é de uma outra pessoa, mas o que esta pessoa é.

As pessoas sempre procuram se identificar com o vencedor e muitas sofrem de um terrível medo de a cada dia estar mais distante desse ideal internalizado. Na verdade, a compaixão não é tanto pelo fracasso de não conseguir os mesmos resultados de uma pessoa de sucesso, mas, principalmente, autopiedade por toda a sua insegurança.

A inveja é um dos sentimentos mais difíceis de ser aceito pelo ser humano, embora em nossos tempos e nos meios corporativos talvez seja o mais vivenciado, quando deveria ser o contrário onde a amizade, o companheirismo, a ajuda mútua deveriam caminhar paralelamente.


Se desde cedo o ser humano não aprender que existirá sempre um muro para o desenvolvimento pleno, com certeza cedo ou tarde as coisas se complicarão. No fundo, no fundo, em cada sentimento de inveja existe o sentimento de admiração.

O invejoso quando vê alguém que deveria admirar, tende a diminuir esta pessoa. Por isso é preciso perdoar. Perdoar sempre é e será um ato que implica o extremo peso do passado, mas, a pessoa tem que estar ciente e consciente de que haverá sempre uma energia extra e por respeito ao seu íntimo deve prosseguir, e afinal, eu não dizendo que devemos esquecer, pois, perdoar não é esquecer.

É viver em paz.

Por Simão Horácio

Video de Divaldo Franco muito interessante

http://www.youtube.com/watch?v=67APm8_3sYA

Apenas para meditar




O estudioso do Espiritismo não ignora que foram os espíritos “batedores”, considerados dos últimos na Escala Espírita, que abriram caminho para que os fenômenos fossem estudados, ensejando a codificação da Doutrina.

No livro “Seara dos Médiuns”, à página intitulada “Aviso, Chegada e Entendimento”, Emmanuel, através da psicografia de Chico Xavier, escreve com beleza ímpar: “Em 1848, no vilarejo de Hydesville, inicia-se publicamente a chegada dos comandos da sobrevivência.

“Os emissários desencarnados, quais familiares há muito tempo ausentes da própria casa, alcançam a moradia terrestre, batendo freneticamente à porta”.
Estudando a biografia do abençoado medianeiro de Emmanuel, notamos que a sua conversão ao Espiritismo, ocorrida em 1927, deu-se por conta do processo obsessivo que acometeu uma das irmãs, Maria da Conceição Xavier.
Quantos outros tarefeiros do Bem e da Verdade, em diferentes épocas, não têm sido chamados ao labor por “providenciais” ingerências do mundo espiritual inferior?
Maria Modesto Cravo, médium portadora de excelentes faculdades, chegou à cidade de Sacramento, Estado de Minas Gerais, à procura do apóstolo Eurípedes Barsanulfo, assediada por espíritos que lhe subtraiam a saúde e a paz.
Yvonne do Amaral Pereira, a inesquecível co-autora de “Memórias de um Suicida”, fala das perturbações que, desde Lavras, sua terra natal, também em Minas Gerais, experimentava por ação das entidades espirituais que desejam induzi-la a colocar termo à própria vida.
Zilda Gama, a extraordinária médium de Victor Hugo, foi chamada ao exercício da mediunidade devido a doloroso calvário particular que lhe fora infligido pela ação de espíritos infelizes que, por pouco, não lhe comprometem a encarnação.

* *
Onde a luz principia a brilhar é comum o adensar das trevas ao redor, no intuito de ofuscá-la. Não obstante, por mais se compactem, não mais logram que lhe destacar o esplendor!
Mas também assim nos referimos, nesta página, porque, muitas vezes, nos deparamos com certo preconceito entre os adeptos do Espiritismo em relação a espíritos que, em nome do Cristo, labutam fora de nossos arraiais doutrinários.
Particularmente – digo-lhes –, desde quando no corpo físico, fiquei a dever inestimáveis favores a seres desencarnados que, pela sua modéstia intelectual, sempre receberam o rótulo de “entidades inferiores” – em um sem-número de ocasiões, foram esses irmãos ligados às seitas afro-brasileiras que me valeram na lida contra ferrenhos e cultos perseguidores do Mais Além!
Recordo-me que, certa vez, ao se referir a determinadas atividades que são levadas a efeito nas salas de passes, nos centros espíritas, Chico Xavier destacou o ignorado trabalho das entidades encarregadas dos serviços que não competem a outras de maior elevação. Ele mesmo afirmava se valer, com relativa frequência, dos préstimos dos chamados “elementais”, quando, por exemplo, necessitava localizar um objeto ou uma página mediúnica perdida entre tantos papéis acumulados.
Antes, pois, de qualquer manifestação preconceituosa de nossa parte, no que diz respeito a nossos irmãos desencarnados de primária evolução espiritual, não olvidemos que foi a um dos habitantes mais singelos do mundo espiritual – um espírito “batedor” – que o Espírito da Verdade confiou uma das tarefas mais relevantes para que a História do Espiritismo começasse a se escrever sobre a Terra!
INÁCIO FERREIRA

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Homossexualismo

Resposta do Espirito de Inácio Ferreira a uma questão posta por uma irmã.

Minha irmã, você me escreve, falando da condição homossexual de um de seus filhos, ainda relatando que em sua família existem mais três outros casos, e me solicita algumas palavras.
Primeiro, devo dizer a você que a condição sexual da criatura igualmente é uma incógnita na Esfera Espiritual em que, presentemente, me encontro domiciliado. A Psiquiatria, além da morte, está muito longe de desvendar todos os mistérios da psique humana.
Em segundo lugar, não há motivo algum para que você ou alguém venha a considerar o seu filho, como uma aberração nem tampouco como fenômeno relacionado a carma do passado. Como muitos espíritas costumam generalizar todos os problemas com os quais não conseguem atinar em suas causas profundas.
Não é verdade que todo homossexual esteja em expiação sobre a face da Terra, mesmo porque os maiores entraves ao progresso geral da Humanidade são causados pelos heterossexuais — são eles que fazem as guerras, que corrompem e são corrompidos, que, enfim, sob a aparência de normalidade, são anormais.
Veja bem que não estou me referindo aos pedófilos, que, sob a minha óptica, merecem cadeia e tratamento. Jesus, no Evangelho de Mateus, cap. 19, versículo 12, a eles se referiu quando denunciou que “há eunucos que pelos homens foram feitos tais...” Antes que alguém me corrija, aviso que estou empregando o termo “eunuco” por extensão, para significar não os seres assexuados, que não existem, mas aqueles que, do ponto de vista psíquico, lidam com inversões no campo da sexualidade.
Então, conforme lhe ia dizendo, não considere que o seu filho, em vidas pretéritas, tenha, necessariamente, cometido excessos em suas experiências sexuais. Se assim fosse, minha irmã, o mundo estaria repleto de homossexuais! Quantos não são os adúlteros e os que praticam sexo de maneira leviana e irresponsável?!
Para mim, a questão mais grave ligada, especificamente, à homossexualidade é a promiscuidade, ou seja, aquele que busca o prazer pelo prazer e não cultiva afeição por ninguém. Para coibir semelhantes abusos é que as doenças sexualmente transmissíveis, dentre as quais a AIDS, estão no mundo! Neste sentido, penso que deveria surgir uma peste capaz de dizimar os que fomentam a indústria da guerra e o tráfico de drogas! Quem sabe, a Misericórdia Divina possa se compadecer e, de maneira súbita, providenciar a desencarnação de todos os traficantes, os estupradores, os sequestradores e os que desviam verbas destinadas à Educação, à Saúde e às melhores condições de vida da população. (Vá sonhando, Inácio! Vá sonhando!)
Mas voltemos à questão específica de seu filho. Se ele fosse meu, eu simplesmente lhe diria: — Meu filho, seja digno! Eis a única coisa que lhe peço! Não viva por aí trocando de parceiro e achando que sexo é a melhor coisa que existe, porque não é. Trabalhe e ganhe, honestamente, o pão de cada dia. Não brinque com os sentimentos de ninguém. Sobretudo, não se esqueça de que o tempo, que passa para todo o mundo, também há de passar para você, e, na velhice, nada há pior que o desencanto! Que, amanhã, você possa olhar para trás, sem ter tanto do que se arrepender.
Outra coisa: diga a ele que, se alguns espíritas costumam discriminar as pessoas pela sua opção sexual, o Espiritismo não discrimina, não! Como dizia Chico Xavier, essa questão da homossexualidade se acentuou nos mosteiros e nos conventos, e, com uma exceção ou outra, quase todos, os que hoje estamos na Doutrina, demos uma passadinha por lá...
Espero que estas minhas palavras sinceras, possam confortar o seu coração de mãe e que sirvam a todas as famílias, de todos os níveis culturais e sociais, que sei andarem às voltas com aflições semelhantes.
O homossexualismo deve ser compreendido por nós outros como uma das muitas experiências que o espírito vivencia em sua trajetória, para que, finalmente, aprenda a verdadeiramente amar para além dos implementos genésicos que o caracterizam como homem ou mulher!
Com o meu carinho, o irmão sempre agradecido,
INÁCIO FERREIRA
Uberaba - MG, 8 de setembro de 2009

--